• Unesc terá capacitação no atendimento a pessoas com ostomia

    Encontro é realizado pela Secretaria de Saúde e Assembleia Legislativa

Unesc terá capacitação no atendimento a pessoas com ostomia

15 Mai, 2018 16:05:20 - Educação

Criciúma (SC)

A Universidade recebe nesta terça e quarta-feira (15 e 16/5), profissionais que atuam em hospitais e em unidades de saúde da Amurel, Amrec e Amesc para a Oficina de Capacitação à Saúde das Pessoas com Ostomias Intestinais, Urinárias e Fístulas. O objetivo é capacitar os profissionais de saúde para a atenção segura e de qualidade às pessoas com ostomias, contribuindo para melhoria da qualidade de vida, visando a reabilitação e reinserção no convívio social deles.

O encontro é promovido pela Comissão de Saúde, em parceria com a Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira e a Secretaria de Estado da Saúde,  ocorre em Florianópolis, Criciúma e Joinville e é aberto para profissionais de todas as regiões catarinense.  

Para a presidente da Associação Catarinense das Pessoas Ostomizadas, Candinha Jorge, é fundamental capacitar as pessoas com ostomia e os profissionais da área de saúde, pois ainda existe preconceito em relação à condição desses pacientes. Segundo ela, com as capacitações, os profissionais de saúde podem dar um melhor atendimento às pessoas e melhorar a qualidade de vida destes pacientes.

A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, deu as boas-vindas aos participantes da oficina e agradeceu pela escolha da Instituição para o evento. “A Unesc desenvolve trabalhos e projetos ligados à ostomia há anos, preocupada com a qualidade de vida das pessoas. Esperamos que vocês aproveitem esta oportunidade de aprendizado e compartilhamento de experiências ao longo destes dois dias de oficina. A Universidade está sempre de portas abertas para vocês e para eventos como este”.  

A representante da Secretaria de Estado da Saúde, Jaqueline Reginatto, afirmou que a preocupação é a de ter um serviço cada vez mais próximo do usuário. Conforme Jaqueline, a Unesc é parceira do Estado nesta área e com a implantação do CER (Centro Especializado em Reabilitação), localizado nas Clínicas Integradas da Universidade, o atendimento aos ostomizados pode ser ampliado na região.

Jaqueline foi a responsável pelos conteúdos da manhã na oficina e entre os assuntos abordados, falou das diretrizes aprovadas em 2017 que regulamentam toda a atenção aos usuários dos serviços de saúde do cuidado às pessoas ostomizadas.

Ostomia

A ostomia, temporária ou definitiva, resulta de um processo cirúrgico no aparelho digestivo ou urinário, em decorrência do tratamento de alguma doença, e consiste na criação de um canal para o desvio de fezes ou urina através de uma abertura na parede abdominal. Em Santa Catarina, cerca de 4.000 pessoas são ostomizadas.  

TEXTO/ASSESSORIA DE IMPRENSA
FOTO/DIVULGAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews