Trânsito: siga em frente pela vida

29 Mai, 2018 15:28:50 - Artigo

Um estudo da Organização Mundial da Saúde estima que 1,9 milhões de pessoas devem morrer no trânsito até 2020, sendo a quinta maior causa de mortalidade no mundo. Criado em 2014, o movimento Maio Amarelo busca desenvolver programas e projetos de conscientização para redução de 50% desses acidentes ocorridos em todo o mundo.

Dirigir sob efeito de bebida alcoólica ou com sono, não respeitar a sinalização de trânsito, ultrapassar o limite de velocidade e, principalmente, a falta de consciência dos condutores são as principais causas dos acidentes de acordo com o instrutor de pilotagem, Adauto Carlotto.

Como representante da Gambatto Motos Chapecó, empresa onde trabalha, Adauto realiza palestras de conscientização sempre com o mesmo objetivo: chamar a atenção para o alto índice de mortes no trânsito. Ele defende que o caminho para a redução do número de acidentes são as penas mais rígidas para os infratores, além de uma fiscalização mais severa. “As pessoas precisam respeitar a sinalização de trânsito, definir um roteiro mais seguro, planejando o tempo para o percurso para não sair atrasado e não querer tirar vantagens sobre os outros no trânsito”, alerta.

O sono também é um importante causador de acidentes, já que algumas pessoas optam por dirigir à noite, sendo que a atenção deve ser redobrada segundo Adauto. O importante, de acordo com ele, é fazer um planejamento das ações de trânsito, principalmente, para as viagens longas que devem conter paradas de, no mínimo, 15 minutos.

“A nossa visão reduz em até seis vezes durante a noite. Nesse caso, é necessário uma direção de antecipação de riscos para evitar que a fadiga chegue por meio do sono e coloque a vida de pessoas em risco”, sinaliza Adauto.

O Movimento

Este ano, a campanha tem como tema “Nós somos o trânsito” e chega à sua 5ª edição. Assim como no ano passado, em 2018 o Maio Amarelo propõe o envolvimento direto da sociedade nas ações e propõe uma reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. E busca um estímulo a todos os condutores para que optem por um trânsito mais seguro.

Andressa Recchia

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança