• Seminário de Educação Especial reúne pais e educadores

Seminário de Educação Especial reúne pais e educadores

21 Ago, 2017 09:40:26 - Educação

Içara (SC)

Mais de 200 professores e pais deixaram suas casas neste sábado, para aprender um pouco mais sobre educação especial. O Seminário "O dom do autismo: aprendendo a aprender", com o psicólogo e doutor em psicanálise Manuel Vásquez Gil, faz parte da formação continuada do setor de Educação Especial, da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Içara.

"Este primeiro seminário da educação especial não é só para professores e pais que lidam com crianças e adolescentes com deficiência, mas é voltado para a perspectiva da inclusão como um todo todo", explicou a coordenadora da Educação Especial Marlene Casagrande.

A secretária de Educação, Ciência e Tecnologia Gerusa Bolsoni agradeceu a todos que se colocaram à disposição do evento, recebendo conhecimento para trabalhar com esses diferenciais em sala de aula e em casa. "Toda criança tem direito de aprender e para o professor repassar novos conhecimentos aos alunos, ele também tem que aprender. Cada educando aprende de um jeito diferente, por isso o educador precisa ter um olhar diferenciado, um olhar carinhoso para cada um dentro das suas especificidades, trabalhando as potencialidades de cada indivíduo. Com os funcionários da rede municipal adquirindo novos conhecimentos, quem ganha é a educação de Içara", enfatizou.


A formação ocorre durante todo o sábado. Quem palestra a tarde é a professora Silvania Maria da Silva, mestranda em neurociência. "Inicialmente seria para um grupo pequeno, mas depois vimos que os professores tinham muita dúvidas. Os dois palestrantes tem um vasta experiência em inclusão e trouxeram muitos relatos de experiências que deram certo, vieram mostrar que é possível", avaliou a professora e uma das idealizadoras do Núcleo Atendimento Especializado de Içara Isabel Luiz.

Gil é autor de vários livros sobre o autismo e pesquisa. Segundo ele, em palestras por todo o Brasil, as pessoas nunca souberam me responder o que é autismo. " O primeiro dogma médico é "não diagnostique por sintomas, não medique sintomas", e assim são com os sintomas autistas, são benéficos e servem sim para alguma coisa. Por isso, nós recomendamos que toda escola que tenha uma família participativa, pois assim as crianças aprenderão naturalmente. Os pais precisam participar do processo em conjunto com professores, pois essas crianças e adolescentes trabalham num nível muito alto que não conhecemos", colocou.

O psicólogo ainda informou que todo autismo é leve. "Existe alguns mais calmos e alguns mais agressivos. Se existem casos de autismo violento é o ambiente que tem influência sobre nele. O autismo não provoca nada além do autismo. O autismo não provoca nenhuma doença, até porque ele não é doença", disse.

TEXTO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
FOTO/DIVULGAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

CDL Içara