• Semana de Ciência e Tecnologia na Unesc promove jornada pelo conhecimento

    O maior evento científico institucional iniciou nesta segunda-feira (23/10) e segue até sexta-feira (27), com debates que abrangem diversos temas.

Semana de Ciência e Tecnologia na Unesc promove jornada pelo conhecimento

25 Out, 2023 10:29:27 - Tecnologia

Criciúma (SC)

Os públicos interno e externo da Unesc são convidados para embarcar em uma verdadeira jornada pelo conhecimento por meio da 14ª Semana de Ciência e Tecnologia (SCT). A cerimônia de abertura do maior evento científico institucional da Universidade ocorreu nesta segunda-feira (23/10/2023), no Auditório Ruy Hülse, no Campus Universitário, em Criciúma (SC), e segue até sexta-feira (27), com uma ampla programação que abrange diversas áreas de interesse, não só da comunidade científica, mas também de toda a sociedade.

Com a temática “Ciências Básicas para o Desenvolvimento Sustentável”, o evento deste ano terá mais de 120 atividades entre palestras, oficinas, minicursos e apresentações de trabalhos de pesquisa, extensão e relatos de ensino/experiência. As atividades ocorrem de forma online e presencial no campus da Instituição em Criciúma e na unidade de Araranguá (SC).

“Por si só, a importância da Unesc dentro da Pesquisa justifica a realização da Semana de Ciência e Tecnologia: são oito mestrados e cinco doutorados, sendo que o Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS) possui nota máxima na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), além de possuirmos o Iparque, maior Prque Científico e Tecnológico do Sul de Santa Catarina. Com isso, a única Universidade Comunitária da região, que completou 55 anos em 2023, alavanca a pesquisa na região, tornando-se referência no Brasil e na América Latina”, comenta a reitora Luciane Bisognin Ceretta.


“A SCT contribui para a difusão e discussão em torno do conhecimento e das experiências relacionadas à transversalidade da ciência; da tecnologia e da inovação para o desenvolvimento equitativo e sustentável, buscando contribuir com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Trata-se de um evento consolidado, prova disso é que chega à 14ª edição com a promoção de debates importantes para a sociedade atual que nos ajudam a compreender as potencialidades das áreas do conhecimento”, acrescenta.

Mais de 530 trabalhos serão apresentados

As ações que compõem a SCT são vistas em todos os lugares do campus. Além das oficinas, palestras e minicursos, mais de 530 trabalhos realizados por professores e acadêmicos serão apresentados ao longo dos cinco dias de atividades.

“Produzir ciência de qualidade requer olhar sensível para o entorno e nós possuímos profissionais de excelência  e estamos todos os dias em diferentes lugares construindo a troca de saberes. O nosso compromisso com o desenvolvimento da região é demonstrado por uma Universidade genuinamente Comunitária”, afirma a Pró-reitora de Pesquisa, Pós-graduação, Inovação e Extensão, Gisele Silveira Coelho Lopes.


Gisele lembra que, em 14 anos, a Semana de Ciência e Tecnologia registrou mais de 8,2 mil trabalhos aprovados; 1,6 mil palestras, oficinas e minicursos, além de registrar mais de 30 mil participantes. “Esta é a Unesc que conhecemos, uma Universidade que participa ativamente do fomento e da comunicação da ciência de qualidade. Nestes 14 anos tratamos de diversos temas e, em 2023, temos as Ciências Básicas para o desenvolvimento sustentável como temática neste momento da história em que os recursos naturais estão se esgotando e os efeitos das mudanças climáticas se tornam cada vez mais evidentes”, cita.

Já a pró-reitora de Ensino (Proen), Graziela Amboni , ressalta que a Semana de Ciência e Tecnologia não é só um evento, mas uma afirmação do compromisso da Unesc com o futuro. “Na era da informação, o papel do ensino é ainda mais crucial, buscando compreensão do que molda o futuro. A  Semana de Ciência e Tecnologia celebra também a busca contínua pelo aprendizado e pela descoberta, representa uma oportunidade única de promover a interação dos estudantes, profissionais e professores, estimulando o que há de mais importante que é a troca de ideias de projetos inovadores. Que nesta semana, busquemos o conhecimento para, juntos, melhorarmos o nosso meio científico e tecnológico”, ressalta.

Palestra de abertura

Mediada pela pró-reitora Gisele Coelho Lopes e remotamente pelo professor e pesquisador do Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde (PPGCS), João Quevedo, direto de Houston, nos Estados Unidos, a palestra de abertura ficou a cargo do diretor técnico-científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs), Rafael Roesler, que tratou do tema “Pesquisa para quê? A Ciência como base do Desenvolvimento”.

A Unesc foi a minha primeira profissional, era o início do curso de Medicina em 2001 e permaneci dando aula por dois anos e meio. Eu não fiquei, mas quem aqui ficou transformou a Unesc em uma referência nacional e internacional na área que conheço e vivo, que é a saúde. Criou-se na Unesc um caso com muitas virtudes, uma Universidade Comunitária que valoriza a pesquisa que tem professores de primeiro escalão que formaram pessoas de altíssima qualidade que se tornaram docentes.  A Unesc é, provavelmente, a Instituição no Brasil que possui maior densidade de  afiliados à Academia Brasileira de Ciência. Este é um polo de excelência em pesquisa no Brasil”, enfatiza Roesler.

Valorização da mulher cientista

O protagonismo das mulheres cientistas ganha ainda mais destaque por meio do 1º Prêmio Mulheres na Ciência, ação voltada ao reconhecimento da produção científica feminina na Universidade e que faz parte da programação da Semana de Ciência e Tecnologia.

A criação do prêmio partiu da reitora Luciane Bisognin Ceretta, que em julho deste ano recebeu  o Prêmio Mulheres na Ciência Amélia Império Hamburger, honraria concedida pela Câmara dos Deputados que homenageou três pesquisadoras do país, elegendo entre estas a reitora da Unesc, com cerimônia de entrega em Brasília.

O coordenador da SCT, Rodrigo Machado lembra que dentro do evento ainda serão realizados o 23º Seminário de Iniciação Científica; o 15º Salão de Extensão; o 13º Salão de Ensino; o 9º Salão de Pós-Graduação; a 10ª Feira de Inovação; o 10º Talento Cultural e a 9ª Feira de Ciências.

“Preparamos um evento especial, com muitas atividades e eu estou particularmente satisfeito por tudo que realizamos. É um ano inteiro de atuação e esforços para chegarmos a este momento, por isso valorizamos o trabalho de todos os envolvidos. Nesta 14ª edição, a Semana de Ciência e Tecnologia, contará com 130 atividades, sendo 66 sessões apresentações orais e pôster, além de mais de 530 trabalhos nas categorias de Ensino, Pesquisa e Extensão”, salienta o coordenador do evento, professor Rodrigo Machado.

Outra novidade faz parte do 8º Workshop de Arqueologia, que receberá o Seminário Internacional Apheleia: América do Sul, a primeira edição realizada no Brasil e contará com palestrantes de países como Portugal; Uruguai; Chile; Peru; entre outros.

“Já dentro do 6º Ciclo de Palestras do Museu de Zoologia, haverá o debate em torno do tema ‘Do micro ao macro: poluição e impacto do plástico nos oceanos e na biodiversidade marinha’, que tratará da poluição por lixo marinho”, fala Machado.

A programação completa da Semana de Ciência e Tecnologia da Unesc, entre outras informações, podem ser conferidas em unesc.net/sct2023.

Apoiadores nacionais, estaduais e regionais

A Semana de Ciência e Tecnologia da Unesc tem o patrocínio do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (Crea/SC), e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes); da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc); além do Ministério de Ciências Tecnologia e Inovação e da Biozenthi.

Primeiro dia de muitas ações

Além da cerimônia e da palestra que abriram a 14ª edição da SCT, o primeiro dia de evento contou com apresentações orais nas áreas do Desenvolvimento Socioeconômico. Ciências Econômicas e Contábeis; Administração e Comércio Exterior; além da Extensão, entre outras.

Nesta segunda-feira (23/10), também tiveram início as atividades em comemoração à Semana Nacional do Livro e da Biblioteca, entre elas, contação de histórias; confecção da árvore literária e exposição de fotos enviadas pelos usuários da Biblioteca.

AGÊNCIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

coopercocal
EXPRESSO COLETIVO ICARENSE