• Secretário da Agricultura de SC anuncia linha de crédito ao produtor rural

    Prefeitos da Região Carbonífera ainda solicitaram ação emergencial para aliviar a falta de àgua em SC

Secretário da Agricultura de SC anuncia linha de crédito ao produtor rural

07 Mai, 2020 19:17:45 - Geral

Florianópolis (SC)

Os prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) se reuniram nesta tarde de quinta-feira (7/5), na sala virtual da Associação, com o Secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa. A pauta central da reunião será estiagem, consequências pela pouca frequência de chuvas dos últimos meses.

O secretário Ricardo Gouvêa anunciou aos prefeitos que a Secretaria de Estado abrirá uma linha de credito no valor de R$ 25 a 30 milhões para os produtores rurais, onde Estado bancará os juros. Os prefeitos ainda pediram recursos emergenciais para abertura de poços artesianos e para colaborara nas despesas com caminhão pipa. O Secretário solicitou tempo de estudo, e disse que é um ano eleitoral, o que dificuldade o repasse de recursos aos municípios.

O presidente da AMREC e prefeito de Treviso, Jaimir Comim, avaliou a reunião como positiva, mas reforçou que os municípios necessitam de ajuda imediata. “Pedimos para que o Secretário uma medida emergencial para que possamos levar a água ao produtor. Pedimos para que ele converse com o Governador. Estamos com um problema que vem afetando as pequenas propriedades, tanto para o consumo humano, quanto para a criação de gado leiteiro, de corte e os aviários e não temos previsão de melhor”, pontuou Jaimir, que lembra que na medida do possível, os municípios vão continuar, atendendo o produtor no que for necessário.

Situação nos municípios

Em alguns municípios já está acontecendo racionamento e a preocupação com o desabastecimento. É o caso do município de Cocal do Sul que decretou “situação de Alerta”. Segundo o coordenador regional da Defesa Civil, Rosinei da Silveira, na região da AMREC, os municípios que “estão em situação mais crítica” são Orleans, Morro da Fumaça, Urussanga e Cocal do Sul. A explicação, conforme Rosinei, é que eles não recebem abastecimento da Barragem do Rio São Bento, o que coloca os moradores das áreas urbanas no risco de desabastecimento.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

GIASSI