• Rede criada pela Udesc pretende estimular soluções sustentáveis

Rede criada pela Udesc pretende estimular soluções sustentáveis

01 Mar, 2018 11:16:39 - Educação

Florianópolis (SC)

Nesta terça-feira, 27, a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e organizações parceiras assinaram um termo de cooperação durante o lançamento oficial da Rede Internacional de Cooperação Acadêmica Lixo Zero, realizado no Auditório do Centro de Ciências da Administração e Socioeconômicas (Esag), no Bairro Itacorubi, em Florianópolis.

Além da Udesc, participam da iniciativa a Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), o Instituto Federal de Santa Catarina (Ifsc), o Instituto Lixo Zero Brasil (ILBZ) e a Universidade de Massey, da Nova Zelândia. Cerca de 150 pessoas estiveram presentes à solenidade.

Palestra internacional

O lançamento do programa contou com uma palestra do professor italiano Alessio Ciacci sobre a implementação do projeto Lixo Zero e da tarifa pontual na cidade de Capannori, em seu país natal, iniciativa que lhe rendeu o Prêmio Europeu de Inovação Política em 2017.

O protocolo de intenções da rede de cooperação foi assinado pelo pró-reitor de Planejamento da Udesc, Leonardo Secchi, pelo coordenador de Gestão Ambiental da Ufsc, Rogério Portanova, pela diretora executiva do Ifsc, Silvana Rosa Lisboa de Sá, e pelo presidente do ILBZ do Brasil, Rodrigo Sabatini.

Entre as autoridades presentes, estiveram o vice-presidente do Grupo Interinstitucional de Resíduos Sólidos de Florianópolis (GIRS), Marius Bagnati, o secretário de Saneamento da Prefeitura de Florianópolis, Lucas Barros Arruda, e o deputado estadual de SC César Valduga, da Frente Parlamentar em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem.

Metas

A formação da Rede Internacional de Cooperação Acadêmica Lixo Zero é resultado de uma parceria entre a Udesc, por meio do programa Udesc Sustentável, e o Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB). A iniciativa surgiu durante a Semana Lixo Zero Udesc, realizada em outubro passado, e visa fomentar a disseminação de conhecimento e práticas relacionadas a programas de sustentabilidade e temáticas lixo zero.

De acordo com Secchi, as instituições de ensino superior (IES) têm um papel fundamental a cumprir como agentes de transformação, por meio do ensino, pesquisa, extensão e da própria gestão, para desenvolvimento de uma cultura sustentável.

Pioneirismo

O pró-reitor destacou que essa é uma iniciativa pioneira no mundo. “Espera que essa rede se torne uma referência e que outros orgãos se juntem à nós ou sigam o nosso exemplo”, afirmou.

As principais metas da rede são:

  • Implementar e ou expandir a coleta de resíduos sólidos com separação de rejeitos, recicláveis e orgânicos;
  • Eliminar o uso de copos plásticos descartáveis nas instituições;
  • Substituir lixeiras internas nas salas de aulas ou setores administrativos por residuários de rejeitos, recicláveis e orgânicos.

Acompanhe as novidades da universidade pelo FacebookInstagramTwitterWhatsApp e YouTube. Se você é estudante da instituição, acesse office.udesc.br e ative sua conta de e-mail da Udesc.

TEXTO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
FOTO/DIVULGAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews