Programa de Educação em Direitos Humanos e Educação das Relações Étnico-Raciais

18 Ago, 2017 15:33:14 - Educação

Tubarão (SC)

Entre os dias 21 e 26 de agosto, a Unisul lança o Programa Unisul de Educação em Direitos Humanos e Educação das Relações Étnico-Raciais. Para marcar o lançamento institucional, os Campi produziram uma programação com eventos diversos: exposições, palestras, mostras, entre outros. A programação é aberta ao público externo e a entrada é gratuita.

Atuando na promoção da democracia, da cidadania e dos direitos humanos, o Programa Unisul de Educação em Direitos Humanos (EDH) e Educação das relações Étnico-Raciais (ERER), por meio de projetos, pesquisas e campanhas comunitárias, constrói e dissemina a cultura de respeito aos direitos humanos e das relações étnico-raciais, formando cidadãos para uma sociedade livre, democrática e de respeito às diferenças étnica, cultural, religiosa, de gênero, de orientação sexual e de opção política. “Este programa aproxima ainda mais a Unisul da comunidade externa, com uma educação que efetivamente contribui para a melhoria da vida em sociedade”, destaca o reitor da Unisul, professor Mauri Luiz Heerdt.

Tal movimento se efetiva por meio de ações desenvolvidas no âmbito do ensino, da pesquisa, da extensão e da Gestão Universitária. Estas ações de EDH e ERER são integradas, porém, descentralizadas no âmbito das direções e gerências dos campi, promovendo a transversalidade dos temas do programa na universidade. De modo que, assim como a educação, é um processo dinâmico em permanente construção, processo que está aberto a reflexões, debates e reformulações.

A Política de Educação em Direitos Humanos e Educação das Relações Étnico-Raciais na Unisul, com caráter permanente e contínuo, estabelece como princípios:

– caráter sistêmico e global;
– conexão/coerência entre teoria e prática;
– alteridade e diversidade como valores que promovem o fortalecimento dos indivíduos, da coletividade e da Instituição;
– construção individual e coletiva, com fundamento na cultura da paz, de valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para o reconhecimento e afirmação dos Direitos Humanos e das Relações Étnico-raciais respeitosas e plurais;
– políticas e ações que ocorrem por processos democráticos e participativos, permitindo múltiplas abordagens nos espaços de atuação da universidade;
– e a universalização da cultura de respeito aos Direitos Humanos.

TEXTO/ ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança