• Presidente da AMREC tenta minimizar os impactos junto a JBS

Presidente da AMREC tenta minimizar os impactos junto a JBS

23 Ago, 2017 10:44:23 - Geral

Criciúma (SC)

Em reunião realizada hoje pela manhã no Plenarinho da AMREC, os diretores da JBS comunicaram ao presidente da Associação de Municípios e prefeito de Cocal do Sul, Ademir Magagnin, o fechamento da unidade de Morro Grande, que deve acontecer em outubro. Segundo os diretores, a notícia foi dada ontem ao prefeito de Morro Grande, Valdo Rocha, e o motivo de encerrar as atividades na unidade são as dificuldades no mercado.

Os prefeitos vêm tentando intermediar a situação dos integrados desde o início do ano, quando a empresa anunciou a diminuição de 50% das atividades da unidade de Morro Grande. Em abril, uma reunião chegou a ser feita com diretores da JBS e também junto ao Secretário de Estado da Agricultura e Pesca, Moacir Sopelsa. “Pedimos para que eles tenham critérios nos desligamentos dos avicultores. Que olhem com atenção os avicultores que fizeram financiamento nos bancos e que para, na medida do possível, transfira os funcionários da JBS Morro Grande para unidade de Forquilhinha e Nova Veneza”, disse o presidente da AMREC, preocupado com impacto econômica que isso ocasionará na região sul como um todo.

A JBS Morro Grande tem cerca de 730 funcionários, e o fechamento ocasionará no desligamento de algo em torno de 120 até 130 integrado (famílias que possuem aviários). Segundo o coordenador do Movimento Econômico da AMREC, Ailson Piva, o valor de ICMS que a empresa gera para o município de Morro Grande, representa aproximadamente o que seria algo entorno de 80 até 85% da arrecadação com ICMS. Na região o impacto seria em torno de 500 milhões de valor adicionado, ou seja 10 milhões de ICMS por ano para região (Somado atividades primarias e segundaria de todos os municípios que tem atividades ligadas a JBS de Morro Grande).  “Além demissão dos funcionários e o desligamento dos integrados que impacta no comércio da região, tanto da AMESC, quanto da AMREC. O maior impacto será Morro Grande, mas atinge Timbé do Sul, Turvo, Ermo. Além dos 12 municípios da AMREC, já há integrados da unidade de Morro Grande em Forquilhinha e Cocal do Sul, por exemplo”, afirma Piva.

Estiveram presentes na reunião, além do presidente da AMREC e o coordenador do Movimento Econômico da AMREC, o diretor executivo da AMREC, José Roberto Madeira; representando a JBS, o gerente da unidade de Forquilhinha, Ricardo Ximenes; e o gerente corporativo, Marcio José e o gerente coorporativo, José Antonio Ribas.

TEXTO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
FOTO/DIVULGAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança