• Passa-faunas devem ser preservadas, para a proteção de animais

Passa-faunas devem ser preservadas, para a proteção de animais

29 Set, 2017 15:41:32 - BR-101

Tubarão (SC)

A construção das passa-fauna – galerias construídas debaixo do pavimento para migração de espécies animais nativas da Mata Atlântica, ao longo da duplicação na BR-101 Sul, vem acrescida de dispositivos que garantem a eficiência do conjunto. As cercas alambradas, postes de fixação e arames de escora servem de guias para conduzir a fauna lindeira e são indispensáveis para que o sistema funcione. Sem eles, a travessia acaba em atropelamento sobre as pistas.

Casos de vandalismo e furtos das cercas são vistos nas passagens de fauna construídas. A mais recente aconteceu em Laguna (SC), próximo ao km 308 e km 310, quando cerca de 700 metros de tela alambrada foram retirados em ambos os bordos de pistas, deixando a galeria desguarnecida. Essas estruturas foram as duas últimas concluídas nas obras de duplicação da BR-101.

O DNIT/SC e o consórcio Concremat-Tecnosolo – Gestora Ambiental, mantem ações de monitoramento das passagens de animais, tanto para a estrutura quando para a eficiência do projeto. Essa verificação é feita pelas supervisões de campo feitas diretamente nos locais das construções e, também, pela contagem, identificação e monitoramento dos atropelamentos de animais silvestres ao longo do segmento duplicado da rodovia federal.  

Para que a vida silvestre seja mantida, o DNIT/SC e o consórcio Concremat-Tecnosolo pedem aos usuários e comunidade lindeira que não danifiquem as passa-faunas. Em caso de danos, por vandalismo ou acidentes de trânsito, é possível fazer a notificação para conserto pelo telefone 0800 6030 101.

Localização

As estruturas estão construídas ao longo dos lotes 22, 23, 24, 25 e 30, nos municípios de Palhoça, Paulo Lopes, Imbituba, Laguna e Santa Rosa do Sul em Santa Catarina e nos lotes 01, 02, 03 e 04 nos municípios de Torres, Três Cachoeiras, Três Forquilhas, Maquiné e Osório, sendo 26 no segmento catarinense e 21 no segmento gaúcho.

No escopo dos 22 programas socioambientais e um Estudo, inclusos no Plano Básico Ambiental (PBA) implementados na duplicação da rodovia federal, existe o Programa de Proteção à Fauna e Flora. Este programa elenca ações e providências para mitigar os impactos causados pelo empreendimento aos animais e plantas que forma o ecossistema lindeiro ao traçado das pistas.

TEXTO/ ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
FOTO/ DIVULGAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews