• Para presidente do Legislativo, cortes salarias devem ser de cima para baixo

Para presidente do Legislativo, cortes salarias devem ser de cima para baixo

18 Mai, 2020 19:20:06 - Política

Içara (SC)

Cortes de 10% a 30% no pagamento de cargos eletivos já foram promovidos em Criciúma, Nova Veneza, Morro da Fumaça e Cocal do Sul. O Poder Executivo de Içara, contudo, não vai modificar os salários se a medida não for para todos os níveis de poderes públicos. E o Legislativo içarense seguirá o mesmo posicionamento. "Vejo que isso tinha que vir de cima pra baixo", avalia, alinhado, o presidente Rodrigues Mendes, o Sapinho (MDB).

A provocação para a redução dos pagamentos do prefeito, vice, vereadores e comissionados foi realizada pelo Observatório Social do Brasil – Içara assinada em conjunto com a Câmara de Dirigentes Lojistas e Associação Empresarial de Içara. A preocupação das entidades é garantir recursos para o enfrentamento da covid-19. Conforme anunciado por Murialdo, a arrecadação municipal já caiu R$ 1,3 milhão em abril no comparativo com 2019.

Além da espera por ajuda federal, o prefeito defende projetos que permitam o corte do adicional de férias sobre o recesso também de 15 dias dos professores, o congelamento dos salários dos servidores sem repasse da inflação e ainda a flexibilização para que os trabalhadores com atividades paralisadas atuem em outras funções. Segundo Sapinho, as propostas tramitam nas comissões internas da Câmara Municipal.

CANAL IÇARA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

EXPRESSO COLETIVO ICARENSE