• Nova oportunidade para vacinação contra a gripe na cidade de Maracajá

Nova oportunidade para vacinação contra a gripe na cidade de Maracajá

05 Jun, 2020 08:41:44 - Saúde

 Maracajá (SC)

Apenas 4,78% das pessoas portadoras de deficiência residentes em Maracajá, com direito a receber a vacina contra a gripe influenza, compareceram ao Cemasas para receber a dose durante a campanha nacional, e que agora têm nova oportunidade com a prorrogação da imunização.

"Este é um dos grupos mais preocupantes, pois de uma meta do Ministério da Saúde de 209 pessoas, apenas 10 compareceram para receber a vacina", informa a coordenadora da Sala de Vacinas do Cemasas, Silvana Bilésimo. A campanha foi prorrogada até 30 de junho, acrescenta a coordenadora.

Outro grupo preocupante, segundo Silvana, é o de portadores de comorbidades, ou seja, pessoas que têm uma doença associada a outra, como pneumopatias, cardiovasculopatias, imunossupressão, diabetes mellitus, obesidade, nefropatia, entre outras. A meta é vacinar 425 pessoas, e somente 233 compareceram, 54.82% do total.

Os caminhoneiros integram outro grupo prioritário que deixou de exercer o direito de se vacinar gratuitamente em Maracajá. A estimativa do governo federal é de 137 profissionais, mas, destes, somente 76, ou seja, 55,4%, se imunizaram. Como se deslocam em várias regiões, são mais passíveis de contaminação pelo vírus influenza.

Os adultos com idade entre 55 e 59 anos de idade, que ganharam neste ano o direito a vacina gratuita contra a gripe, também não estão, na totalidade aproveitando a oportunidade. A estimativa é que a população deste grupo seja de 340 pessoas, contudo, somente 197 se vacinaram, 57,9% do total.

"Puérperas com cobertura de 61,5%, gestantes com 67,5%, e professores com 74,3%, são integrantes de outros grupos que não compareceram integralmente para vacinação durante a campanha e que podem agora aproveitar a oportunidade de imunização, até 30 de junho", acrescenta a coordenadora da Sala de Vacinas.

Finalmente, Silvana Bilésimo, alerta pais e responsáveis por crianças com mais de seis meses e menos de seis anos de idade, para que cumpram o dever de levar os pequenos para vacinação contra a gripe. No sub-grupo integrado por crianças de dois anos a menor de cinco anos a cobertura é de apenas 55,3%. Em todos os grupos, segundo ela, a meta de vacinação é de 90% de seus integrantes.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

EXPRESSO COLETIVO ICARENSE