• Nicole Pereira de Oliveir de 14 anos precisa de ajuda para vencer a leucemia

Nicole Pereira de Oliveir de 14 anos precisa de ajuda para vencer a leucemia

26 Jun, 2020 08:47:06 - Geral

Içara (SC)

Guiada pela fé e pela esperança, a içarense Nicole Pereira de Oliveira, de 14 anos, vem movendo uma multidão de amigos e colaboradores para vencer a leucemia. Apesar de tão jovem, a adolescente foi diagnosticada com leucemia mieloide aguda (uma doença rara) em 2018 e teve que se despedir aos poucos de seus cachinhos dourados. Além da família passar necessidade para conseguir pagar os custos para o tratamento, Nicole está em uma corrida contra o tempo para encontrar um doador de medula óssea 100% compatível.

A menina está há quatro meses internada no Hospital Infantil Joana de Gusmão, em Florianópolis. A rotina envolve cansativas sessões de quimioterapia. “Desistir jamais. Já passei por tanto que o que eu mais quero é apresentar logo uma melhora para buscar a minha tão sonhada cura por meio de um transplante de medula”, declara emocionada, Nicole. Nesta semana, amigos e familiares de Cocal do Sul voltaram a se unir para mais uma campanha beneficente através de uma Vakinha online (vaka.me/1080426) , depósito bancário, caixinhas solidárias no comércio e uma Live que será realizada no dia 17 de julho, às 20h, com a Banda Back Over.

O objetivo é levantar recursos para ajudar a família com os gastos de aluguel, alimentação, água, energia, entre outros. Ainda não é possível saber se o transplante será realizado em Porto Alegre (RS), Curitiba (PR) ou São Paulo (SP). Logo, a família terá que morar de 6 a 8 meses em uma dessas cidades. A mãe, Eliane precisou sair do trabalho para cuidar da menina e o pai faz bico como servente de pedreiro.

“Estamos na luta todos os dias. Somos muito gratos a todas as pessoas que nos estendem as mãos. Tomara que Deus dê tudo em dobro a cada um. Qualquer valor que entrar ajuda no tratamento da Nicole. A gente correu de um lado para o outro para ela não fazer quimioterapia, mas não tivemos sucesso. Somente um transplante de medula vai curar a minha filha e eu creio que vai aparecer um doador, em nome de Jesus”, assegura Eliane.

Cadastre-se e seja um doador medula

A família da Nicole conta ainda com a solidariedade da comunidade para unir forças para encontrar um doador 100% compatível. “Se cada pessoa se dispuser a ir no Hemosc e fazer o seu cadastro, as chances de vida da Nicole só aumentam”, afirma a mãe da menina. A campanha se faz necessária porque a maior dificuldade encontrada para a realização do transplante é a compatibilidade. A chance de encontrar uma medula compatível pode chegar de um paciente para 100 mil doadores cadastrados.

O Hemosc tem à disposição todas as condições técnicas e de segurança para quem deseja fazer o cadastro. Quando não há um doador que seja irmão ou parente próximo, a solução para o transplante de medula é procurar um doador compatível. O cadastro reúne as informações, como nome, endereço, resultados de exames, características genéticas de pessoas que se dispõem a doar medula para o transplante. Desta forma, com as informações do receptor, compatível, articula-se a doação.

CANAL IÇARA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança