Mulher mente sobre caso de estupro e é indiciada por falsa comunicação de crime

10 Nov, 2017 15:39:01 - Segurança

Urussanga (SC)

Após algumas horas de diligências, as investigações referentes a um possível caso de estupro cometido em Urussanga foram concluídas. Os trabalhos comandados pelo delegado da Delegacia de Polícia de Urussanga, Marcelo Viana, concluíram que o crime não passou de uma farsa. Em menos de 24 horas, a mulher, de 25 anos, até então considerada vítima, foi indiciada por falsa comunicação de crime.

Nota Oficial – Delegacia de Polícia de Urussanga

A Delegacia de Urussanga, após uma tarde de diligências, reuniu provas que apontaram para a inexistência dos fatos relatados pela “vítima”. Ao apresentarmos as provas obtidas, ela nos relatou que o crime não ocorreu, explicando o porque do falso registro. Em razão dos fatos, será instaurado um Termo Circunstanciado por falsa comunicação de crime.

Delegado Marcelo Viana

TEXTO/ ENGEPLUS

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews