Mulher é presa ao tentar vender comprimidos abortivos em Criciúma

07 Set, 2016 17:58:10 - Segurança

Criciúma (SC)

Uma mulher de 51 anos foi presa em flagrante, ao tentar vender oito comprimidos de um medicamento abortivo para uma mulher grávida, terça-feira (6/7), no Centro de Criciúma (SC).

Ela era investigada há um mês e, conforme o delegado André Milanese, a acusada trazia o Cytotec do Paraguai, onde remédio é vendido livremente, já que no Brasil sua comercialização é proibida. Cada comprimido era vendido por R$ 150 no Sul do Estado.

Em poder da investigada, os agentes apreenderam 16 comprimidos abortivos, uma cartela do calmante Rivotril e outra do estimulante sexual Pramil. Em depoimento, a mulher afirmou que o medicamento era vendido por orientação de um médico ginecologista da cidade.

Ela será indiciada por venda de remédios sem registro, cuja pena, em caso de condenação, é de até 15 anos de prisão. Já o médico pode responder por provocação de aborto, com pena de até quatro anos de reclusão.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO/POLÍCIA MILITAR

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança