• Imposto de Renda pode ajudar causas sociais durante todo o ano

    Movimento I.R. do BEM auxilia e incentiva contribuintes a destinarem parte do valor declarado à Receita Federal para projetos socioculturais.

Imposto de Renda pode ajudar causas sociais durante todo o ano

14 Jun, 2023 17:00:11 - Brasil

Porto Alegre (RS)

O mês de maio terminou, assim como o prazo para entregar a declaração do imposto de renda. Mas as doações para projetos socioculturais, que precisam de ajuda para continuar fazendo a diferença na vida de tantas pessoas, podem – e devem – prosseguir ao longo do ano.

E foi pensando em contribuir com a sociedade como um todo que o diretor da VR Projetos, Renato Paixão, fundou o movimento I.R. do BEM. A iniciativa tem como objetivo incentivar os contribuintes a ajudarem aqueles que mais precisam através de parte do valor devido à Receita Federal.

No País, centenas de causas sociais aguardam incentivos fiscais e um dos motivos para o prolongamento dessa espera é a alta taxa de doações que deixam de ser feitas pela população. Atualmente, 14 milhões de pessoas podem destinar parte do I.R. para projetos que necessitam de apoio. Transformando esse número, são quase 10 bilhões de reais que poderiam ser direcionados anualmente.

Como o imposto relativo ao ano passado já foi entregue, as pessoas físicas que fizeram a declaração através do formulário completo já sabem qual é o valor devido ao governo. A partir disso, elas podem calcular quanto desse montante pode ser encaminhado a projetos ligados à cultura e ao esporte por meio de Leis de Incentivo. Assim, é possível destinar o valor para quem precisa e garantir o desconto ou o aumento na restituição no imposto do próximo ano.

Além de destinar o dinheiro para as causas sociais, com o I.R. do BEM, o contribuinte pode saber quais projetos estão necessitando de ajuda, escolher qual das opções gostaria de beneficiar e acompanhar como o valor que foi destinado está sendo utilizado. “Todos os projetos de alto impacto sociocultural ou educacional que apresentamos passam por um criterioso processo de seleção, no qual é exigido que estejam alinhados às nossas diretrizes (missão, visão e valores), em dia com os órgãos reguladores e aptos para a captação”, explica Paixão.

E se bater aquela dúvida de como fazer a destinação do imposto ou qual projeto está precisando desse incentivo, no site do I.R. do BEM (irdobem.com.br) é possível obter todas as informações e ajudas necessárias para quem quer iniciar nessa corrente do bem.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

coopercocal
EXPRESSO COLETIVO ICARENSE