Içara registra baixa procura de grupos prioritários para vacina da Influenza

23 Mai, 2019 14:03:31 - Saúde

Içara (SC)

A vacina contra a Influenza, que é oferecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS), nas unidades de saúde aos grupos prioritários registra baixa procura. Dados elencados pela Secretaria Municipal de Saúde apontam que Içara vacinou 68%, sendo 9.453 doses aplicadas. Ao todo, 13.886 devem ser vacinados no município. De acordo com a secretária de Saúde, Jaqueline dos Santos, a baixa procura pelas vacinas está preocupando. “As vacinas seguem sendo disponibilizadas nas unidades de saúde até o próximo dia 31 e é fundamental que todos os que são abrangidos se vacinem e fiquem protegidos”, comentou.

Devem se vacinar crianças de seis meses a cinco anos completos, gestantes em qualquer período de gestação, mulheres até 45 dias após o parto, trabalhadores da saúde, pessoas a partir de 60 anos de idade, doentes crônicos com atestado (de acordo com o Ministério da Saúde), professores, policiais civis e militares, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

A vacina oferecida gratuitamente pela rede pública protege contra os três principais tipos de vírus da gripe que circularam nos últimos seis meses do ano anterior. A proteção é gerada pelo próprio organismo da pessoa e ocorre de duas a três semanas após a aplicação da vacina. Dados da Diretoria de Vigilância Epidemiologia (DIVE) de Santa Catarina apontam que no estado, 42 casos de influenza já foram registrados, sendo que quatro foram confirmados óbitos.

A população alvo da campanha deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima e realizar a vacina, que está disponível até o fim deste mês.

Sobre a doença

A influenza, ou gripe, é uma infecção causada por vírus que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos que, após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias, pode levar o agente infeccioso direto a boca, os olhos e o nariz.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a hospitalização e morte ocorrem, principalmente, entre os grupos de alto risco. Em todo o mundo, estima-se que as epidemias anuais resultam em cerca de 3 a 5 milhões de casos de doença grave e de cerca de 290.000 a 650.000 mortes.

TEXTO/ ASSESSORIA DE IMPRENSA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews