• Escola de Migrantes Unesc promove dia da criança

Escola de Migrantes Unesc promove dia da criança

28 Out, 2019 09:22:39 - Educação

Criciúma (SC)

Os projetos de extensão Escola de Migrantes e PLA - Português como Língua de Acolhimento, realizaram na manhã de sábado, 26/10 um grande encontro para marcar o mês da criança. O encontro foi realizado ao ar livre, na praça do estudante da Unesc, reunindo famílias de migrantes de diversos países e professores, acadêmicos e voluntários, que também trouxeram seus filhos para a atividade. Além dos momentos de confraternização, o encontro proporcionou uma oportunidade única para muitas crianças, na manhã do ensolarada, onde puderam conhecer e usar brinquedos que muitos jamais tiveram contato, como jogar pião, andador com latas recicladas, cinco marias e construir a sua própria pipa.

Entre os visitantes famílias haitianas, ganesas e do Togo. Mouhamed Tchagnou e Badiyaton Ouro Yerina, são naturais do Togo, e levaram o filho de dois anos, Murad. Mouhamed está no Brasil  há cinco anos. Chegou primeiro e, mais tarde, trouxe a esposa, que vivia também no país do oeste da Áfrifa, situado entre o Benin e Gana. O haitiano Winchel Plaisimond também aproveitou a atividade para interagir com outros imigrantes e equipe da Unesc, ensinando as crianças a construir pipas. Há três anos no Brasil ele já trouxe a esposa e hoje sonha em cursar Engenharia Civil.

A  atividade envolveu vários programas da Unesc, como o Boi de Mamão, o Museu de Zoologia, Museu da Infância e projetos de extensão como de contação de histórias. O envolvimento tanto de imigrantes quanto das equipes da Unesc que participaram do evento é prova do sucesso da atividade. “É uma forma de integrara adultos e crianças. A ideia é trazer a família do migrante para participar de todas essas atividades que envolvem o brincar, desta forma integrando e socializando e mostrando o contexto sociocultural tanto nosso quanto dos migrantes que aqui vivem”, salienta o coordenador do curso de História, Tiago da Silva Coelho.

A Universidade mantém dois projetos com os migrantes. Além da Escola de Migrantes, os estrangeiros também participam do Português como Língua de Acolhimento. Em ambos são realizadas aulas semanais gratuitas, sempre aos sábados, das 9 às 12 horas, intercalando os conteúdos e ao mesmo tempo fortalecendo os laços com os migrantes.

TEXTO E FOTO/ ASSESSORIA DE IMPRENSA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews