• Epagri celebra 32 anos com reconhecimento nacional pela excelência em gestão

Epagri celebra 32 anos com reconhecimento nacional pela excelência em gestão

27 Nov, 2023 21:15:53 - Santa Catarina

Florianópolis (SC)

Nesta quarta-feira (29/11/2023), a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Epagri) recebe lideranças do segmento agrícola e do Governo do Estado para celebrar 32 anos de fundação e a conquista da maior nota obtida entre as empresas públicas do Estado de Santa Catarina na avaliação da Aplicação do Modelo de Governança e Gestão. O evento será às 14h no auditório da Sede, em Florianópolis (SC), onde também terá apresentação de novo cultivar de arroz resistente a extremos climáticos e exposição de tecnologias geradas pela Empresa que fazem de Santa Catarina o quinto maior produtor de alimentos no País.

A Epagri é uma empresa pública do Estado de Santa Catarina, vinculada à Secretaria da Agricultura, e está presente em todos os municípios do Estado. A criação da Empresa, em 1991, uniu os trabalhos de pesquisa e extensão rural e pesqueira, somando experiências em diferentes áreas e fortalecendo ainda mais o setor. Ela dispõe de 13 unidades de pesquisa estrategicamente espalhadas pelo Estado a fim de desenvolver tecnologias aplicadas às necessidades dos agricultores de cada região. Sua estrutura conta ainda com 13 Centros de Treinamento, também espalhados pelo território catarinense com o objetivo de capacitar agricultores, técnicos e outros profissionais.

Maturidade da Governança e da Gestão

No evento, a Epagri vai receber o certificado de Maturidade da Governança e da Gestão, que é concedido anualmente pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos. Em 2023, a Empresa obteve a nota 93,89, que corresponde ao Bronze-4, o mais alto índice na análise. Essa distinção foi alcançada após uma avaliação baseada em oito critérios, nos quais a instituição atingiu um índice de 100% em governança, estratégias e planos, processos e práticas destacadas, capital intelectual e sustentabilidade.

O presidente Dirceu Leite ressalta que os benefícios associados a essa pontuação são o fortalecimento da governança, o aprimoramento contínuo na qualidade da gestão, bem como a participação em ações cooperativas que permitem a troca de experiências entre organizações em todo o país. “Temos orgulho de sermos reconhecidos pelo compartilhamento de conhecimento e o reforço de uma gestão pública orientada para a integridade, integração, inovação, transparência e efetividade das ações”, diz.

O certificado recebido é considerado um selo de excelência, refletindo o compromisso da organização com a priorização, sistematização e implementação de ações voltadas para a melhoria da gestão e dos processos gerenciais. “Essas iniciativas estabeleceram as bases para a consolidação de uma cultura de elevado nível de maturidade em governança e gestão na organização, resultando em uma notável elevação da satisfação com a prestação de serviços, graças ao atendimento eficaz das necessidades e expectativas das partes interessadas, como destacado no documento”, afirma o presidente.

Arroz tolerante a extremos climáticos

Durante a cerimônia, a gerente da Estação Experimental da Epagri em Itajaí, Ester Wickert, vai apresentar o arroz SCSBRS126 Dueto, que tem como principal característica a tolerância a extremos de temperatura – frio ou calor – na fase reprodutiva. Lançada em 2023, esta é a 34ª variedade de arroz irrigado desenvolvida pelo Programa de Melhoramento Genético de Arroz Irrigado da Epagri. O cultivar foi originado da parceria da Empresa com a Embrapa, em colaboração com a Udesc/CAV.


Após 15 anos de trabalho interinstitucional e multidisciplinar, o SCSBRS126 Dueto chega no mercado para a safra 2023/2024 como uma resposta da Epagri a uma demanda da sociedade, preocupada com a segurança alimentar do País diante das mudanças climáticas, que normalmente causam prejuízos às lavouras e diminuem a produtividade.

Tecnologias com o DNA Epagri

Além da apresentação do arroz Dueto, o evento comemorativo dos 32 anos da Epagri vai contar com uma exposição e algumas tecnologias desenvolvidas pela Empresa para produção de cebola, maçã, espumante, vinho, milho VPA, feijão, forrageiras e erva-mate

Cebola


Santa Catarina é líder nacional na produção da cebola e referência em qualidade: mais de um quarto de todo o volume colhido no Brasil vem de solo catarinense. Essa posição se mantém com trabalho e tecnologia de ponta, como os cultivares que a Epagri desenvolve na Estação Experimental em Ituporanga.  Algumas dessas variedades estarão expostas no dia para conhecimento do público.

Maçã 


Outro produto importante para a economia catarinense apresentada no evento será a maçã. A Epagri é a única empresa do país a trabalhar com melhoramento genético da macieira, desenvolvido pelas estações experimentais em Caçador e em São Joaquim. Até 2023 já foram lançados 32 cultivares de alta qualidade, adaptados ao clima de Santa Catarina, resistentes a doenças e com alta produtividade. 

As pesquisas com maçãs desenvolvidas pela Epagri possibilitaram ao Estado de Santa Catarina sair de zero produção para o maior produtor da fruta no Brasil, com aproximadamente 1 milhão de toneladas por ano, o que representa um valor de mercado de aproximadamente R$7 bilhões.

Espumante

Os participantes do evento vão conhecer o espumante produzido  pela Estação Experimental em Videira, que desenvolve pesquisas para resgatar um método secular de produção dessa bebida e adaptá-lo para as pequenas propriedades de vitivinicultura de Santa Catarina. A técnica, conhecida como ancestral, é até 30% mais barata que a usual e utiliza uvas de menor valor comercial, como a Niágara. Além de ser voltada para o pequeno produtor, a pesquisa da Epagri resultou em um produto mais leve e sem impurezas.

Vinho de uva Piwi

Amostras de vinho mais sustentável serão apresentadas no evento. O produto é resultado de pesquisa da Estação Experimental em Videira com o melhoramento genético para desenvolver variedades de uva Piwi mais resistentes a doenças e que se adequem em diferentes regiões catarinenses. 

Com essas características, as uvas resultam em vinhos finos com redução de custos e menor impacto ambiental, visto que proporcionam a redução ao menos pela metade o uso de agroquímicos nas videiras.

Vinho de uva Goethe


Outro vinho que vai marcar presença no evento é o proveniente da uva Goethe, produzido no Sul do Estado.  A bebida ganhou identidade própria nos vales dos rios Urussanga e Tubarão e em 2011 se transformou na primeira Indicação Geográfica de Santa Catarina. Pesquisas da Estação Experimental de Urussanga resultaram na recomendação de variedades mais produtivas e que geram uma bebida mais aromática de baixa acidez. Somado a isso, a  Epagri também criou  indicações tecnológicas para auxiliar técnicos e produtores, desde o planejamento e implantação do pomar a elaboração dos famosos vinhos de forma padronizada.

Milhos de Polinização Aberta

O Centro de Pesquisa para Agricultura Familiar da Epagri (Cepaf), em Chapecó, traz para o evento três variedades de milho de polinização aberta produzidos pela pesquisa da unidade. Nomeados de SCS154 Fortuna, SCS155 Catarina e SCS156 Coloradoesses cultivares apresentam características como rusticidade, tolerância a doenças, resistência à estiagem e menor custo de sementes. 

Feijão 

Outra tecnologia da Epagri/Cepaf presente no evento comemorativo dos 32 anos da Epagri é proveniente do programa de melhoramento genético de feijão desta unidade. São quatro cultivares disponíveis e indicados para semeadura em Santa Catarina: Querência e Riqueza, do grupo carioca, e Potência e Predileto, do grupo preto. 

Os diferenciais dessas sementes são o alto potencial de rendimento de grãos a campo, resistências às principais doenças e mais tolerância a estresses como a estiagem.

Forrageiras


Os participantes do evento também vão conhecer o resultado de pesquisas da Epagri que contribuem para a produtividade da bovinocultura em Santa Catarina.  O Programa de Melhoramento Genético de Forrageiras da Empresa desenvolvido pelas estações experimentais em Lages e em Canoinhas, juntamente com o Cepaf, já lançou 18 cultivares de diferentes espécies mais produtivas e com mais qualidade nutricional.

Erva-mate


Farão parte da exposição amostras de erva-mate e produtos derivados da planta que usam material genético desenvolvido pela Epagri. O público também terá oportunidade de conhecer  a Erva-mate do Planalto Norte Catarinense, umas das Indicações Geográficas de Santa Catarina conquistadas com colaboração da Epagri. Trata-se de uma erva nativa, produzida sob a sombra de araucárias e outras árvores da vegetação local, característica que deixa o produto mais doce e menos amargo quando comparado às amostras das outras regiões.

SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

EXPRESSO COLETIVO ICARENSE
coopercocal