• Em Brasília, Dresch participa de audiência sobre extinção do MDA

    Para deputado, fim do ministério pode desestabilizar produção de alimentos e impactar na alta da inflação

Em Brasília, Dresch participa de audiência sobre extinção do MDA

27 Mai, 2016 00:00:00 - Política

Brasília (DF)


O deputado estadual Dirceu Dresch (PT) participou, na terça-feira (24), em Brasília, de audiência da Comissão de Agricultura da Câmara dos Deputados que discutiu a situação da agricultura familiar diante da decisão do governo interino de extinguir o Ministério do Desenvolvimento Agrário, pasta que concentrava toda a política voltada ao fortalecimento e  desenvolvimento econômico da agricultura familiar, setor que congrega mais de 4,5 milhões de famílias rurais  no país e 2 mil em Santa Catarina. Dresch alerta que a posição do governo pode resultar na diminuição da produção de alimentos e impactar na alta da inflação.

 

"Não aceitamos que a agricultura familiar seja tratada com um problema social. Um  governo que tem a coragem de extinguir um espaço como o MDA, que existe desde a década de 90,  não tem compromisso com o país, não conhece a força da agricultura familiar que é a mola propulsora do agronegócio catarinense e do Brasil, e principal ator econômico nos pequenos municípios", afirmou Dresch. O deputado disse que haverá forte mobilização pela retomada do ministério.

 

Inflação e desabastecimento


Dresch lembrou que a agricultura familiar responde pela produção de 70% dos alimentos que estão na mesa das famílias brasileiras e  alertou que o enfraquecimentos das políticas voltadas ao setor  vai impactar, no futuro breve, na alta na inflação. "Durante os últimos 13 anos a agricultura familiar foi tratada como setor estratégico para garantir a segurança alimentar da nação, graças a isso o Brasil não viveu nenhuma crise de abastecimento diante do aumento do consumo provocado pela melhoria da renda do trabalhador. Enfraquecer o setor é desestimular a permanência das famílias no meio rural e, consequentemente, a produção de alimentos. Menos alimentos significa alta de preços e inflação", argumentou.

 

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews