• Depois das chuvas, DNIT/SC retoma conservação da BR-101 Sul nesta quarta, 05

Depois das chuvas, DNIT/SC retoma conservação da BR-101 Sul nesta quarta, 05

04 Set, 2018 15:58:37 - BR-101

Tubarão (SC) 

Passado o tempo chuvoso na região Sul catarinense o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) faz, nesta quarta-feira, 05, trabalhos de recomposição do pavimento asfáltico nas pistas duplicadas, vias laterais e acessos da BR-101 Sul, entre os municípios catarinenses de Laguna a Passo de Torres. As atividades são feitas com serviços diretos na plataforma da rodovia federal, com operação de tapa-buracos entre o km 300 ao km 465. Assim, os motoristas em trânsito precisam atentar para trabalhadores e equipamentos em movimentação e respeitar o espaço delimitado, para evitar acidentes.

As melhorias são pontuais e temporárias e, por isso, requerem mais atenção dos usuários. Em caso de necessidade, os trabalhos continuam nos próximos dias, dentro das condições de tempo estável, ideias para o avanço dos serviços, sempre com orientação do trânsito feita pela sinalização vertical provisória instalada, com sinalizador (bandeirinha).

Para os usuários da rodovia federal, o DNIT/SC pede que seja respeitado o local em melhorias, evitando a parada desnecessária com o veículo. Além disso, é preciso reduzir a velocidade e observar a sinalização vertical provisória instalada. Trabalhadores e equipamentos estão em constante circulação pelas frentes de melhorias, se expondo ao fluxo de longo curso ou tráfego local de veículos. Para informações, a autarquia disponibiliza o Serviço de Atendimento ao Usuário, pelo telefone 0800 6030 101 e os links e informações úteis no site 101sul.com.br. Os serviços são gerenciados pelo consórcio Concremat-Tecnosolo (Gestora Ambiental).

Comunidades devem evitar circulação por frentes de obras

04/09/2018 – Por medidas de segurança, as frentes de trabalho no lote de Obras Complementares na BR-101 Sul catarinense têm a entrada de pessoas vetada, vista a movimentação de equipamentos e trabalhadores. Com o avanço dos trabalhos na construção de via lateral entre o km 306,3 ao km 307,2, em Laguna, a plataforma da nova via lateral de desenha e muitos usuários acabam usando o aterro como caminho para acesso ou saída dos aglomerados urbanos próximos.

Esse movimento acaba oferecendo riscos para quem trafega com veículos ou se movimenta a pé, já que todo o segmento está em condições de obras. Por curiosidade ou para acompanhar a evolução dos trabalhos, muitos moradores lindeiros acabam ocupando o traçado compactado, o que é proibido. Isso porque para circular por esse caminho é preciso usar os equipamentos de proteção individual (EPIs) e possuir treinamento especializado. Além disso, pessoas não autorizadas estão expostas ao risco de acidentes, já que o local de trabalho abriga ferramentas, escavações e obras em evolução.

A área onde as obras de construção de vias laterais, em Laguna e Pescaria Brava, não tem circulação de pedestres ou veículos, não sendo local de embarque ou desembarque de passageiros de transportes público. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT/SC) pede interessados em acompanhar a obra, sejam das comunidades lindeiras, fornecedores ou imprensa, devem procurar informações pelo Serviço de Atendimento ao Usuário, pelo telefone 0800 6030 101 ou (48) 3632-0285, para contato.

Em Pescaria Brava, para cruzar a rodovia, os pedestres devem utilizar a passagem inferior construída no km 322 ou os viadutos de acesso a Santigado (km 321) e acesso a Estiva, (km 324). Já em Laguna, a comunidade lindeira deve usar o caminho existente, passando por dentro do aglomerado residencial. Esses pontos de travessia estão isolados dos trabalhos, garantindo a segurança dos usuários.

TEXTO/ASSESSORIA DE IMPRENSA 
FOTO/DIVULGAÇÃO 

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews