CRCSC realiza evento sobre eSocial em parceria com a RF

27 Jun, 2018 10:44:42 - Geral

Florianópolis (SC)

Auditores da Receita Federal do Brasil participaram de um debate, na manhã desta terça-feira (26), no Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC), em Florianópolis, para apresentar o panorama e os fluxos do  Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

A implantação do eSocial, além de obrigatória, tem se mostrado complexa, exigindo um alto nível de dedicação e conhecimento por parte dos profissionais envolvidos. “Como sabemos que ainda restam dúvidas, o CRCSC fará o possível para auxiliar contadores, empresários e demais interessados nessa adaptação ao sistema”, disse o Presidente do Conselho, Marcello Seemann, na abertura do evento.

Seemann lembrou ainda que em abril, a cartilha “O que é o eSocial e por onde começar?”, foi lançada em parceria com a Fecomércio/SC. “Essa cartilha contém dicas e mostra exatamente onde o contador se insere no programa, além de alertar sobre os pontos críticos dele”.

O superintendente da Receita federal do Brasil da 9° região fiscal, Luiz Bernardi, contextuaizou as grandes revoluções tecnológicas que mudaram paradigmas no Brasil, "como o siscomex no comércio internacional, a declaração de imposto de renda online e o Sped. E agora, dentro do sped, temos este projeto único, onde as instituições se uniram e buscaram um sistema eficiente, moderno e seguro", reforçou.

Segundo o palestrante Altermir Linhares, auditor fiscal da Receita Federal, o eSocial faz parte da agenda de simplificação tributária, que atende as demandas de governo. Ele citou o Relatório Doing Business do Banco Mundial, que anualmente divulga a pesquisa sobre regulamentação e negócios feita em 190 países, estudando dez áreas temáticas, desde abertura de empresas, impostos até comércio internacional. "E nesta relação ocupamos a 125 posição, de um universo de 190 economias. E este é um quadro que buscamos uma ação mais efetiva para que nossa situação, no mínimo melhore, pois não condiz com o Brasil", destacou. 

Já o auditor fiscal e professor Eduardo Tanaka, que apresentou um passo a passo do sistema, afirmou que o programa vai facilitar a vida dos contadores. “O eSocial vai concentrar as informações e facilitar a vida do profissional contábil, substituindo integralmente a GFIP e a DIRF. "Mas, no primeiro momento, ele vai dar um bom trabalho até inserirmos todas as tabelas e dados no programa, o que será feito apenas uma vez. E, para maior assertividade neste trabalho, precisamos aprender a ler os leiautes”, frisou. O palestrante destaca que no eSocial constará informações de relação de trabalho e na RFD Reinf, será incluído dados tributários.

O auditor da Receita Federal, Samuel Kruger, falou sobre o desafio de imaplantação do sistema e fez uma revisão geral das obrigatoriedades do programa que inicia em 1° de julho com o envio de tabelas, seguido  do cadastro dos eventos não periódicos, com o registro de profissionais admitidos pela empresa, e sendo finalizado com o cadastro de eventos periódicos e a RFD Reinf. "Quem esta obrigado ao eSocial, também esta obrigado a FRFD Reinf, porque partes da GFIP e DIRF estão divididas nos dois sistemas, de forma, complementar", alertou. Kruger ainda convidou os contadores a efetuarem testes no ambiente de produção restrita (disponível para testes). 

O prazo para empresas de qualquer tamanho aderirem ao eSocial termina em 1º de julho. No entanto, entidades de diversos setores, como dos contadores, indústria e comércio, solicitaram à Receita Federal que esse calendário seja adiado para empresas com faturamento anual de até 4,8 milhões de reais, enquadradas no Simples Nacional.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança
CDL