• Conferência Universitária da Unesc debate saúde pública

Conferência Universitária da Unesc debate saúde pública

25 Abr, 2019 15:30:26 - Educação

Criciúma (SC)

A Unesc é palco de debates em torno da saúde pública, saúde como direito e o fortalecimento do SUS (Sistema Único de Saúde) nesta quinta-feira (25/4). A 1ª Conferência Universitária de Saúde, reúne lideranças da região, estudantes de graduação, mestrado e doutorado e profissionais do Programa de Residência Multiprofissional da Universidade para discutir temas relacionados à saúde coletiva e elaborar propostas que venham colaborar com os debates da Conferência Estadual de Saúde. O evento da Unesc tem como tema “Democracia e Saúde: Saúde como Direito e Consolidação e Financiamento do SUS” e ocorre em um ano marcado pela realização de Conferências de Saúde em todo o território nacional.

As reflexões iniciaram com a palestra do médico e professor doutor Flávio Magajewski, que em sua fala sobre “Democracia e Saúde” fez uma retrospectiva sobre o assunto e introduziu a discussão dos eixos temáticos do evento: Saúde como Direito; Consolidação dos Princípios do SUS; Financiamento Aquedado e Suficiente do SUS. Segundo ele, é importante que seja reforçado o processo de construção participativa do Sistema Único de Saúde. “Ele não seria o sistema que é se não tivesse essa dimensão política e participativa que integra, incorpora e que faz com que possamos dizer que o SUS de alguma forma, é a expressão da vontade popular”.

Magajewski ressaltou que o contexto atual é o de discutir os mesmos assuntos que já foram abordados antes da Constituição Federal Brasileira ser promulgada. “Estamos em um momento que mais do que dar um passo à frente, olhamos para trás e percebemos que basicamente estamos discutindo a mesma pauta que foi debatida há mais de 30 anos, na 8ª Conferência Nacional de Saúde. Voltamos a discutir a democracia e o financiamento do SUS e estamos retornando diante de uma situação de crise que ocorre não apenas no setor de saúde, mas nas políticas públicas e da própria economia”, comenta o palestrante. Ele ainda salienta que para profissional de saúde o SUS é praticamente a extensão da própria casa. “Falando do SUS nós estamos mencionando de algo que vai nos abraçar pelo resto da vida. Seja nas instituições na qual trabalharemos ou como sistema de saúde que garante nossa integridade física, mental e todas as possibilidade que temos”.

Após a palestra do professor doutor, houve o lançamento oficial da Liga Acadêmica de Saúde Coletiva. Organizada por membros do Núcleo de Saúde Coletiva, em parceria com o Programa de Residência Multiprofissional, a Liga realiza encontros mensais com o propósito de gerar discussões com acadêmicos e profissionais em assuntos relacionados à Saúde Coletiva.

No período da tarde, os participantes foram separados em grupos para a realização de discussões sobre os eixos temáticos da Conferência. No final do evento, os resultados levantados serão discutidos para, posteriormente, serem direcionados à Conferência Estadual de Saúde. O evento contou ainda com um coffee break com a participação especial do cantor e compositor Allan Piter, de São Paulo, que está em excursão pelo Sul do Estado.

Universidade como protagonista

A reitora da Unesc, Luciane Bisognin Ceretta, deu as boas-vindas aos participantes da Conferência Universitária de Saúde e ao palestrante. A reitora falou sobre a importância do debate desta quinta-feira, da participação dos estudantes nas discussões sobre a saúde coletiva e sobre o fortalecimento do SUS. Além disso, ela ressaltou o protagonismo necessário das Instituições de Ensino Superior em relação ao tema. Segundo o presidente do Conselho Municipal de Saúde, Daniel Antunes, a transformação dos cenários de saúde coletiva está nas mãos de todos. “A cada estudante e a cada profissional que está hoje nesta Conferência, quero pedir que lute sempre pelo fortalecimento do Sistema Único de Saúde”.   

A diretora de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias da Unesc, Fernanda Sônego, explicou que em 2019 está se fazendo um resgate da 8ª Conferência Nacional, que ocorreu em 1986. “A 8ª Conferência Nacional de Saúde foi marcante. Nela os usuários puderam defender o que era importante para eles e foi um momento em que, junto com os profissionais, puderam discutir a saúde como um conceito amplo. Dois anos depois, os brasileiros tiveram a sua Constituição, onde está escrito que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado. Precisamos compreender o que isso significa e olhar para o cenário que temos hoje e continuar lutando pelo SUS, que apesar das fragilidades que apresenta, tem um potencial gigante. O SUS é um sistema para todos e de todos. A luta é nossa e o dever de fazer mais é nosso”.

O assessor de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, Rafael Amaral, agradeceu pela união de diversas pessoas para a realização da Conferência. “A ideia era trazer os estudantes de mestrado, doutorado, especialização e cursos de graduação para debater o cenário que queremos daqui para frente. Queremos que vocês aproveitem a Conferência, exponham suas ideias, demonstrem os seus anseios e, principalmente, que lutem pelo nosso SUS. Um SUS universal, equânime, integral e gratuito”.   

A mestranda em Saúde Coletiva e membro da Comissão Organizadora da Conferência, Giovana Mondardo, também deu as boas-vindas aos participantes e ressaltou a importância do encontro. “Este é um grande evento protagonizado pela nossa Universidade, que tem um papel de incentivar o pensamento crítico, o debate e a transformação da sociedade. Que a gente reflita e tire desta Conferência propostas cabíveis para a nossa região, nosso Estado e nosso país”.   

O evento contou ainda com a participação da coordenadora do Núcleo de Saúde Coletiva da Unesc, Liziane Tuon. A 1ª Conferência Universitária de Saúde é uma realização da Reitoria da Unesc e da Diretoria de Extensão, Cultura e Ações Comunitárias, em parceria com o Núcleo de Saúde Coletiva, o Programa de Residência Multiprofissional e o DCE (Diretório Central dos Estudantes) da Unesc.

TEXTO E FOTO/ ASSESSORIA DE IMPRENSA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews