• Comitê Araranguá conhece relatório do Plano de Recursos Hídricos

Comitê Araranguá conhece relatório do Plano de Recursos Hídricos

30 Jun, 2020 13:41:23 - Geral

Araranguá (SC)

A elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Mampituba teve mais um avanço. Na última semana, a coordenadora dos Planos de Recursos Hídricos do Rio Grande do Sul, Amanda Fadel, realizou a apresentação da primeira etapa da Fase B da criação do plano. A explanação aconteceu durante reunião online envolvendo o Comitê da Bacia do Rio Araranguá e Afluentes Catarinenses do Rio Mapituba (SC) e do Comitê da Bacia do Rio Mampituba (RS).

“Finalizamos a Fase A (Diagnóstico) no ano passado e agora apresentamos a primeira etapa da Fase B, que é o Prognóstico. Ele contém as projeções de como estará a região da bacia do Rio Mampituba em 2040. Como ele conseguiremos descobrir o que acontecerá com o passar do tempo e a proposição de cenários alternativos, que é o que pode ser feito na bacia. Com a junção dessas informações, geramos um panorama de possibilidades de controle ambiental e isso focado nos dois maiores usos da bacia, que é a irrigação de arroz e o saneamento básico”, explicou.

Após a apresentação do Prognóstico, o grupo agora passa a se dedicar a segunda parte da Fase B da elaboração do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Mampituba, o enquadramento. “Na próxima etapa a ideia é que, com esses resultados, os comitês possam fazer discussões internas em reuniões, focados nos dois maiores setores usuários, e com isso ter um posicionamento para definir o máximo de água que pode ser outorgável entre os usuários da região. E também há uma preparação para o enquadramento dos corpos hídricos que é a próxima etapa que vai resultar em um relatório”, acrescentou.

Ao fim da construção do plano, a gestão conjunta das águas da Bacia do Rio Mampituba ficará sob a responsabilidade do Comitê Araranguá e do Comitê Mampituba. A apresentação do Prognóstico foi acompanhada pelo presidente do Comitê Araranguá, Eng. Luiz Ismael de Camargo Leme, e pela engenheira ambiental e assessora técnica do Comitê Araranguá, Me. Eng. Michele Pereira da Silva.

Leme destacou a importante do comitê catarinense acompanhar todas as etapas de discussão do Plano de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Mampituba. “Apesar da elaboração do plano estar sendo realizada pelo Governo do Rio Grande do Sul, a maior parte dos mananciais da Bacia do Rio Mampituba fica dentro do Estado de Santa Catarina. Então nós, do Comitê Araranguá, faremos a gestão de mais de 60% dos recursos hídricos da Bacia do Rio Mampituba, que fica do lado catarinense”, apontou.

ASSESSORIA DE IMPRENSA

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança