• Coluna de Maso Nyetto - 28 de dezembro/2017

Coluna de Maso Nyetto - 28 de dezembro/2017

28 Dez, 2017 09:49:34 - Colunistas

 “As pessoas que saem dos seus trabalhos no inverno, ou os jovens que chegam da faculdade, e que precisam se locomover a pé pela cidade, precisam enfrentar essas ruas escuras. Com as lâmpadas de led, além da economia da energia, a cidade se tornará mais luminosa. O aumento, de acordo com os estudos realizados, será de 150%”. Secretário de Planejamento, Arnaldo Lodetti Júnior, sobre o Projeto de Lei para atualização do Custeio da Iluminação Pública (Cosip)

Desde o mês de novembro a população içarense

incomodada com a possibilidade de alterar a forma de cobrança do Custeio da Iluminação Pública (Cosip) já realizou diversas manifestações na Câmara Legislativa Municipal  e também pelas ruas da cidade. 

Uma grande parte da comunidade acredita que não há necessidade para a realização de uma parceria público-privada para a troca do parque de iluminação do município, pois a cidade tem outras prioridades.

A ideia do prefeito Murialdo Gastaldon é fazer a troca das lâmpadas para LED. Para isso, a taxa do Cosip será aumentada de forma gradativa ao longo de um ano.

O investimento total do projeto de iluminação e segurança pública é de R$ 42 milhões. No primeiro momento serão R$ 28 milhões, e após 10 anos, 14 milhões. Para viabilizá-lo, o Governo busca uma parceria público-privada. Caso o projeto seja aprovado pelos vereadores, será aberto licitação para a empresa escolhida elaborar a atualização do parque de iluminação pública de Içara (SC).


Prefeito Murialdo Gastaldon
no dia 1° de Agosto de 2013 postou na página oficial dele no Facebook um comentário sobre a iluminação pública.

"Bom dia! Investidores apresentaram para mim e para o Sandro Giassi Serafim um projeto para troca da iluminação pública de Içara, passando para o sistema de lâmpadas de LED. A economia média, que será de 50%, cobre o investimento, sendo assim, o dinheiro público usado para que esta melhoria seja feita retorna rapidamente aos cofres da prefeitura. O que vocês acham?"

Prefeito, na reunião pública você afirmou que “este é um projeto que será aprovado pela Câmara de Vereadores, porém não há como assegurar se haverá empresas interessadas na execução. Mas, se conseguirmos implantar ele, Içara será uma referência”.

Leandro Noveli (1)
diretor da Valle Engenharia, empresa de Tubarão (SC), que realizou os estudos sobre o sistema de Iluminação Pública de Içara, informa que enquanto as cidades onde se tem os melhores sistemas de iluminação do Estado arrecadam R$ 90  por ponto de Iluminação, Içara atualmente arrecada menos de R$ 20. Com a alteração legislativa proposta, Içara contará com um sistema de iluminação e segurança com a mesma tecnologia usada em grandes cidades, ao preço de R$ 46 por ponto de iluminação”.

Se o projeto for aprovado é a Valle Engenharia que vai ganhar a licitação?

O prefeito deveria dizer aos içarenses quanto pagou pelo projeto de estudo, que não foi de graça. E se os interessados são investidores eles visam lucro.

Em 2017 o Governo do Estado de Santa Catarina 
repassou cerca de R$ 24,5 milhões a 22 municípios catarinenses por meio do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam). O programa, criado em 2013 para distribuir cerca de R$ 605 milhões aos 295 municípios de Santa Catarina, já transferiu, no total, R$ 587 milhões diretamente às contas das prefeituras. O montante garantiu a aquisição de 976 equipamentos, máquinas e veículos, realização de 56 obras e pavimentação de 1.358 ruas em todos os municípios.

Içara (SC) também foi contemplado com o Fundam (não sei  o valor), mesmo assim continua pegando empréstimo para aplicar na pavimentação, cujo montante será pago pelos contribuintes.

A comissão de Serviços Públicos da Câmara Municipal de Içara (SC) deveria medir as ruas pavimentadas, ver se o valor recebido do Fundam e dos empréstimos foram usados adequadamente por parte do Governo Municipal. 

Frase
“A medida coloca em risco a Operação Lava Jato, materializa o comportamento de que o crime compensa e será “causa única e precípua de impunidade de crimes graves”. (Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que ajuizou uma ação direta de inconstitucionalidade no Supremo Tribunal Federal para contestar o decreto de indulto de Nata de Michel Temer). 

Outras NOTÍCIAS

Morro da Fumaça (SC) -  Os vereadores de Morro da Fumaça aprovaram em sessão extraordinária o Projeto de Lei n° 46/2017, que autoriza o Município a contratar crédito com a Caixa Econômica Federal para pavimentação da Rodovia Municipal Tranquilo Sartor, que liga a área central  à  Linha Torrens.

Tubarão (SC) - Com investimentos de mais de R$ 60 milhões do Governo do Estado, a Rodovia Ivane Fretta Moreira - Contorno Viário de Tubarão (SC) - segue em ritmo acelerado para conclusão durante o ano de 2018. A obra está com 66% dos trabalhos executados, e a fundação do viaduto inicia a concretagem no mês de janeiro.

Brasília (DF) - Governadores do Nordeste assinaram carta pública ao presidente Michel Temer protestando contra a declaração do ministro-chefe de Governo, Carlos Marun, que admitiu  que o governo pressiona gestores estaduais a trabalharem a favor da aprovação da reforma da Previdência em troca da liberação de recursos.

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


Cooperaliança