• Coluna de Maso Nyetto - 20 de dezembro/2019

Coluna de Maso Nyetto - 20 de dezembro/2019

20 Dez, 2019 12:49:50 - Colunistas

 “No local estamos providenciando também a implantação da nova rede de distribuição de água, drenagem pluvial e drenagem profunda. Com o asfalto projetamos também calçadas laterais respeitando as acessibilidades tanto de pedestres quanto de veículos”. Arnaldo Lodetti Júnior, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, sobre a Linha Três Ribeirões, principal via de acesso entre os Bairros Liri e Marili, e também a Unisul, aque receberá camada asfáltica em 2020.

Moradores do Bairro Presidente Vargas


cansados de esperar pela boa vontade da Administração Municipal realizaram na última semana um ato de protesto pela paralisação da obra na praça, no antigo campo de futebol. A empresa parou os serviços afirmando que efetuou 80% da obra e recebeu a-penas 20% (R$ 127 mil).

 O recurso de R$ 612 mil veio da emenda parlamentar do ex-deputado Ronaldo Benedet (MDB).  Caro leitor, se o recurso veio da emenda do deputado que não se elegeu, com certeza, já está no cofre público. Se a empresa já efetuou 80% do serviço, como alega aos moradores, porque a Administração não pagou? Cabe ao Ministério Público cobrar explicações do Governo Ficha Limpa.

Segundo Paulo Silveira, liderança da comunidade, os serviços deverão iniciar em 6 janeiro, através de uma nova empresa.

Alguns vereadores de Içara (SC)


que foram eleitos para legislar para o povo, não cumpriram com a função, e aprovaram o PE 085/2019 por sete votos a seis. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação havia se posicionado pela inconstitucionalidade, pois trata-se de renúncia de receita que fere a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas os vereadores seguiram o parecer da procuradoria do Município. Antes de dar desconto o Executivo deve informar de onde sairá o dinheiro, o que não ocorreu. A votação do projeto foi anulado, por ser inconstitucional, e deve retornar ao plenário.


Cadê a fiscalização dos vereadores e do Observatório Social que assinam carta em branco para o Executivo realizar contratação terceirizada para vigia noturno (7); motoristas (10) recepcionistas (8) auxiliar de serviços gerais (25), encarregado nível 2 (4); entre outras funções que variam salários entre R$ 3.753,92 e R$ 7.347,50. É muito dinheiro pago para a Empresa Triângulo, de Criciúma (SC). Em caso de dúvida, os valores e as quantidades de contratados estão disponível no portal de transparência.


Outro agravante é a inexibilidade da licitação 174/2019 para aquisição de livros didáticos no valor de R$ 3.132.117,00. Cabe ao Ministério Público pedir explicações.

Frase

“Eu falo por mim. Problemas meus podem perguntar que eu respondo. Dos outros, não tenho nada a ver com isso.”. (Jair Bolsonaro (sem partido), sobre as suspeitas do Ministério Público do Rio de Janeiro (RJ) contra o filho, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido), e o assessor Fabrício Queiroz, suspeitos de fazerem ‘rachadinha’ de salários).

Outras Notícias 

Maracajá (SC) - O Tribunal de Contas do Estado a-provou o relatório do conselheiro Wilson WanDall e recomendou à Câmara de Vereadores de Maracajá (SC) a aprovação das contas de 2018 do prefeito Arlindo Rocha (sem partido), por  cumprir os requisitos em lei na aplicação de recursos em educação e saúde.

Florianópolis (SC) - A Secretaria de Estado da Educação instalou a primeira Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA/SED), como forma de conscientização e atuação sobre as demandas de saúde do ser-vidor no órgão central, em Florianópolis (SC). A escolha  da comissão foi feita em eleição, dia 5 de dezembro.

Brasília (DF) - A possibilidade do presidente Jair Bolsonaro vetar o fundo eleitoral de R$ 2 bilhões, pro-posto pelo próprio governo para bancar campanhas, pegou aliados de surpresa. No Planalto, porém, a leitura é a de que o presidente quis responder ao Congresso com "a mesma moeda" sobre a “chantagem” na votação.

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


EXPRESSO COLETIVO ICARENSE