• Coluna de Maso Nyetto - 14 de junho/2017

Coluna de Maso Nyetto - 14 de junho/2017

14 Jun, 2017 09:45:13 - Colunistas

 “Já teve vereadores que deu dor de barriga, no meio do caminho, e teve que ir até sua residência porque o banheiro público estava fechado.”. Comentário da vereadora Sílvia (PP), a Marreca, sobre a alteração no horário de funcionamento do banheiro público que retornou a ser às 7h e não mais as 10h.

O vereadora Itamar da Silva (PP)

comentou que o prefeito Murialdo Gastaldon (PMDB) acha que a população içarense é boba. “Ontem (segunda-feira) falei na tribuna que o prefeito deve achar a população boba, depois de entregar o Samae para a Casan, que dava lucro e gerava obras para desenvolvimento da cidade. Agora quer municipalizar a Rodovia SC 445. Não cuida das estradas rurais do nosso município e quer assumir rodovia que é responsabilidade do estado”, comentou Silva.

As ruas do interior estão uma calamidade e com 12 vereadores nas mãos o prefeito não está nem aí. Basta circular pelo município. Os vereadores deveriam tirar a bunda das cadeiras e fazer isso.

Dalvânia Cardoso

presidente do PP de Içara (SC) informou que a sigla não tem assessoria de imprensa e e que a Executiva não discutiu posicionamento quanto a eleição da Cooperaliança, em 2019. “O nome do progressista Rodrigo Gonçalves pode figurar  no cenário,  entanto nada foi discutido no partido, ate o momento".

Dalvânia está se referindo ao comentário da coluna desta terça-feira (13/6).

Em reunião

com representantes da empresa Expresso Coletivo Içarense e alguns usuários da linha Presidente Vargas x Quarta Linha ficou definido que os horários serão mantidos com transporte até o Poço Oito. “Do Bairro Poço Oito seguindo para Quarta linha, alegando inviabilidade econômica a empresa vai nos apresentar novos dados e voltaremos a conversar para reavaliarmos o trajeto”, explica o vereador Rodrigues Mendes (PMDB).

A direção do Sindserpi (1)
(Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Içara e Balneário Rincão) suspendeu as eleições, nesta terça-feira (13/6). Conforme comunicado da entidade, a decisão foi adotada devido a questionamento sobre a legalidade do pleito. "Tendo em vista que o assessor jurídico do sindicato encontra-se viajando para o exterior, vamos aguardar o seu retorno na próxima semana para estudar uma melhor solução", coloca a atual presidente, Edna Benedet da Silva.

Comentário

de Eduardo Elias, filho de Ieda. “Sempre te falei sobre o risco de trabalhar com política, apesar de ter sido o sustento da casa, sempre fui contra, pois é uma corja que não trabalha com pessoas competentes e dedicadas e sim com quem é útil e ganha voto. Espero que sirva de lição e que a senhora saia desse meio. A política na Içara é um lixo e me enoja. Ao PMDB quero deixar aqui meu desprezo que não apoiou em nada e que tirou tanto tempo da minha mãe dentro de casa, com a família, pra poder levantar uma bandeira  que só visa o poder e o dinheiro público e ignora a qualidade dos serviços públicos. No demais, força mãe, vamos focar na sua saúde, não precisamos mais disto. Estamos juntos”

O imbróglio atual (2)
é provocado pela alteração estatutária em convocação extraordinária, sem a especificação, em fevereiro sobre a necessidade de participação em assembleias dos candidatos. Conforme o comunicado, a advogada Edna está se aposentando e não pretende que, após vários anos dedicados à categoria, tenha a substituição em um processo eleitoral questionada em sua legalidade, transparência e democracia. "As ameaças aos nossos direitos exigem união".

Frase
“Assim como o lutador, o guerreiro da luz conhece a sua imensa força; e jamais luta com quem não merece a honra do combate”. (Paulo Coelho, escritor brasileiro).

Outras NOTÍCIAS

Criciúma (SC) - Em reunião de líderes do PP , ficou definida uma chapa de consenso para a escolha da nova Executiva do partido, a ser eleita em convenção nesta quarta-feira (14/6). Para a presidência, está confirmado o ex-vereador Itamar da Silva e para vice o suplente, Giovanne Zappelinni. O presidente é o ex-prefeito Márcio  Búrigo.

Brasília (DF) - O líder do PSDB na Câmara, deputado Ricardo Tripoli (SP), anunciou que o partido vai recorrer da decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de não cassar a chapa Dilma-Temer durante o julgamento concluído na semana passada. A Executiva Nacional tucana decidiu permanecer na base aliada do Governo Temer.

Brasília (DF) - O ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior pediu a desfiliação do PSDB após a sigla decidir ficar no governo do presidente Michel Temer (PSDB). O jurista, um dos autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff (PT), afirmou que não tem condições de ficar num partido que “relativiza” a questão ética.


MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


Cooperaliança