• Coluna de Maso Nyetto - 12 de outubro/2019

Coluna de Maso Nyetto - 12 de outubro/2019

14 Out, 2019 10:16:54 - Colunistas

 “As obras na Marcos Rovaris e Henrrique lage estão em ritmo normais, sendo executados serviços de drenagem e em alguns pontos a troca da rede de distribuição de água. Já a Procópio Lima está sendo aberta a licitação para o próximo trecho, com isso dando continuidade a obra” . Vereador Márcio Realdo Toretti (MDB), presidente da Comissão de Serviço Público do Poder Legislativo.

O ano de 2019 está chegando ao fim


e daqui pra frente os partidos começam a articular nomes de pré-candidatos a chapa majoritária de prefeito e vice em Içara (SC). O comando do Partido Progressista (PP)  apoia Dalvânia Cardoso. Já o PSDB conta como ex-deputado Adilor Guglielmi, o Dóia. Pelo lado do PDT está o empresário Joelson Cardoso, ex-MDB. Já o PSD aposta as fichas nos empresários Alex Michels e Alsemo Freitas, filiado recentemente.

Já o Partido dos Trabalhadores lançou os nomes do vereador Lauro No-gueira e de Quintino Pavei. O Partido Social Liberal tinha dois nomes (Josimar da Silva e Adalberto Pizzetti) que não foi confirmado pelo presidente Marcos Viscardi.

Colocaram o nome a disposição o vice-prefeito Sandro Giassi Serafim, Fernando Mazzuchetti, os secretários Arnaldo Lodetti Junior e Jaqueline dos Santos e os vereadores Geraldo Baldissera, Toninho de Mello e Márcio Toretti.O MDB sugiu um nome novo o de Bita Zanette.

A sigla com maior número de pré-candidatos é o MDB. Estão na disputa da vaga o vice-prefeito Sandro Giassi Serafin, o secretário de Planejamento, Arnaldo Lodetti Júnior, a secretária de Saúde Jaqueline dos Santos e  os vereador Márcio Realdo Toretti, Antônio de Mello, Fernando Mazzuchetti e Geraldo Baldissera. Um novo nome foi levantado. O do empresário Antônio Zanette, genro de Zefiro Giassi.

O MDB acredita que tem que ser cabeça de chapa pelo fato de ter o prefeito, o vice, o presidente da Câmara e o presidente da Cooperativa. Os emedebistas fazem qualquer negócio, menos com o PP, para se manter no poder por mais 8 anos.

A eleição de 2020

vai se dividir em dois lados. Quem é PP e Dalvânia e em quem não é. Ou em quem quer a continuidade e quem quer a mudança. Nas para isso o Partido Progressista tem que mostrar a força do passado (lembro Arthur Zanolli, Heitor Valvassori e Jíulio Cechinel). Ver se o apoio do ex-governador Esperidião Amin, atualmente senador, tem peso.

É visível

o desgaste político do prefeito Murialdo Gastaldon, que trocou o PT  pelo MDB em 2016 e não consegue ter a sigla na mão.

Mas para manter o poder deve unir forças, mais uma vez, com PSD e PSDB, caroneiros de plantão..

O Movimento Democrático Brasileiro é a maior força da cidade, mas para isso tem resolver as diferenças internas.

O vereador Alex Michels (PSD)


tem usado bastante as redes sociais para deixar mensagens. “Escolher o caminho da política nunca é fácil. Você sabe. ‘Político é tudo ladrão!, ‘Só querem ganhar o deles!, etc... É assim que se fala sobre políticos no Brasil. E claro, com esse monte de escândalos e denúncias, é difícil não pensar isso mesmo. Mas eu entrei na política porque cheguei a conclusão que a única maneira de fazer a diferença e varrer essa velha política de favores para longe, era sendo eu o político. É por isso que resolvi ser vereador. Ninguém na minha família foi político, eu entrei porque quero fazer a diferença. E quero sempre contar com sua ajuda. Tenho passado em todos os bairros, visitado as comunidades e ouvido os problemas e reivindicações. Se você quiser, pode deixar um comentário sobre algo que você ache que deve mudar na Içara, farei o melhor para ajudar”. Está na disputada.

Frase

“(Em 2018), Bivar foi o único que deu a garantia para que Bolsonaro tivesse um partido para disputar a Presidência da República. O PSL cresceu muito por conta do Jair Bolsonaro. Mas sem PSL e sem Bivar, não existiria Bolsonaro presidente. Eles se completam”. (Senador Major Olímpio, líder do PSLno Senado, sobre crise no partido entre Luciano Bivar Jair Bolsonaro).

Outras Notícias

Curitiba (PR) -  Em entrevista à TV francesa France 24, divulgada nesta sexta-feira (11/10), o ex-presidente Lula da Silva, 73 anos, disse que um dos planos quando sair da prisão é casar com  a socióloga Rosângela Silva, 40 . A declaração foi dada na sede da Polícia Federal, na cidade de Curitiba (PR).

São Paulo (DF) -  O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o governador João Doria (PSDB) estiveram lado a lado, em São Paulo (SP), na formatura do Curso de Formação de Sargentos da Polícia Militar. Esquecendo as desavenças do passado o tucano disse que o presidente é "amigo dos brasileiros e que sempre apoiará "boas ações do Brasil".

Brasília (DF) - A Polícia Federal (PF) deflagrou a Operação Arremate, que mira o senador Fernando Collor (Pros-AL) em um esquema de lavagem de dinheiro por meio de compras de imóveis por laranjas em leilões de bens penhorados pela Justiça. A ação foi autorizados pelo Supremo Tribunal Federal  em Maceió (AL).

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


GIASSI