• Coluna de Maso Nyetto - 11 de outubro/2018

Coluna de Maso Nyetto - 11 de outubro/2018

11 Out, 2018 09:08:54 - Colunistas

“As urnas confirmaram que a política mudou. A população está cansada de promessas razas. Fizemos um trabalho com solidez e resultados efetivos. Assim vamos continuar legislando em prol dos catarinenses. Sempre na luta”. Deputada estadual Ada Faraco De Luca (MDB), reeleita em 7 de outubro com 34.501 votos.

O vereador André Mazzuchello Jucoski (PSDB),

mais conhecido por Polakinho solicita obras na comunidade de Barracão. A existência de uma área onde a visibilidade do motorista fica prejudicada, podendo gerar acidentes no local, o chamado “ponto cego”, na Rua João Marcolino Rabelo, no referido bairro, causa preocupação aos moradores. Com isso a instalação de uma lombada física, na saída do Loteamento Araçá, para evitar ocorrências no trânsito.

A indicação foi aprovada na sessão da última segunda-feira (8/10) ao Poder Executivo. “Recebemos solicitações da comunidade e conforme relatos, entendemos que uma lombada é de extrema importância para a segurança dos que trafegam pela região”, comentou. Na oportunidade, ele também apresentou indicação para a realização dos serviços de rebaixamento da Rua José Luiz Cardoso, próximo a marginal da BR-101. “Em dias de muito volume de chuvas os terrenos das casas próximas acabam ficando alagados”, finalizou Polakinho.  

Na primeira pesquisa (1)
do Datafolha sobre o segundo turno das eleições presidenciais, Jair Bolsonaro (PSL) ampliou vantagem sobre Fernando Haddad (PT). O deputado tem 58% dos votos válidos, enquanto o petista conta com o apoio de 42%. O erro é de 2% para mais ou para menos.

A contagem (2)
que exclui os brancos, nulos e indecisos como a Justiça Eleitoral faz no dia da eleição, confirma a onda conservadora que quase deu a vitória em primeiro turno ao presidenciável do PSL. No primeiro turno, Bolsonaro teve 46% dos votos válidos e Haddad, 29%.

Continua rendendo
nas redes sociais o voto de Murialdo Gastaldon (MDB) em Fernando Haddad (PT) para presidente da República. Para governador, senador, deputados federal e estadual ele não disse em quem votaria. Pela votação baixa que receberam os candidatos do MDB em Içara (SC), questiono se ele votou em Mauro Mariani (MDB) ou em Décio Lima (PT), em Paulo Bauer (PSDB), que tinha Sandro Serafin (MDB) na segunda suplência, ou em Ideli Salvati (PT), em Ronaldo Benedet (MDB), que não se reelegeu, em Ada Faraco de Luca (MDB), de quem foi coordenador de campanha, ou em Lauro Nogueira (PT). 

Os números de Ada (2.726) foram bem abaixo dos cinco mil prometidos. Por conveniência, em 18 de março de 2016 o prefeito trocou o PT pelo PMDB, hoje MDB. Muita gente está de olho vivo no Paço Municipal, aguardando uma caça as bruxas.

Nota de Murialdo à imprensa em 2016
“Confirmo a minha saída do PT e esclareço o que me motivou a isso. Como estamos em ano eleitoral, não acho justo com a população de Içara que as discussões sobre o futuro da nossa cidade sejam pautadas pelo cenário nacional. O momento político brasileiro exige serenidade. A revolta popular é compreensível e deve ser entendida pelos gestores públicos. Impossível manter as mesmas regras da velha política brasileira, que contribuem com a corrupção generalizada e afastam cada vez mais o povo da política. Só com uma Reforma Política, que modifique o atual sistema, haverá um resgate da credibilidade de todos os partidos políticos junto à população. Mas o que precisa ser discutido neste momento é a realidade local. O que o nosso governo realizou e se a população aprova o nosso jeito de governar ou quer voltar a ser governada pelos antigos líderes municipais.

Deixo o PT com a gratidão de quem governou uma cidade que recebeu milhares de investimentos federais para transformar a sua realidade. Com o aporte do Governo Federal pavimentamos uma rua por semana em Içara nos últimos três anos, chegaremos a 1000 novas vagas nas creches até o final do ano e estamos realizando o maior repasse financeiro da história de Içara ao Hospital São Donato. São apenas três exemplos, dos inúmeros avanços que conquistamos. Anuncio a minha entrada no PMDB. Um partido com seus problemas e contradições, como todos os outros, mas capaz de dar sustentação às mudanças históricas que estão acontecendo em Içara. Pesou também nesta decisão a gratidão pela parceria do PMDB no sucesso desses três anos de governo, na pessoa do vice-prefeito Sandro Giassi Serafin, dos vereadores, secretários e de todos os servidores. Entro para o PMDB com a motivação de seguir fazendo de Içara uma nova cidade a cada dia”.

A carta está nas redes sociais, não mudei uma vírgula do texto escrito pelo ex-petista.

Frase
“O Moisés está mais fiel a sua narrativa e ao PSL, sem vínculo com as narrativas políticas tradicionais. A declaração de voto de Merisio garantiu a passagem para o segundo turno, mas agora não é um elemento de vantagem contra o partido do próprio Bolsonaro. O voto é de rejeição aos partidos políticos tradicionais”. (Eduardo Guerini, professor de Gestão de Políticas Públicas da Universidade do Vale do Itajaí - Univali - sobre a primeira declaração de neutralidade de Bolsonaro em Santa Catarina).

Últimas NOTÍCIAS

Florianópolis (SC) - O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Rodrigo Collaço, autorizou o preenchimento de cinco cargos de assistente social para as comarcas de Orleans, Palhoça, Florianópolis, Joinville, e Joaçaba. A necessidade foi apresentada em estudo técnico da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ).

Florianópolis (SC) - “Os produtores e disseminadores de fake news, inclusive dos estados, que atacam com mentiras a Justiça Eleitoral e o processo eletrônico de votação, serão investigados pela Polícia Federal”, afirmou o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de SC, desembargador Ricardo Roesler.

Brasília (DF) - Crítico às urnas eletrônicas, Cabo Daciolo (Patriota-RJ), deputado federal e candidato derrotado à Presidência, voltou a pedir ao Tribunal Superior Eleitoral, nesta quarta-feira (10), o uso de cédulas de votação em papel nas eleições do país. Ele pede o cancelamento do primeiro turno  ocorrido no último dia 7.

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


JInews