• Coluna de Maso Nyetto - 10 de julho/2019

Coluna de Maso Nyetto - 10 de julho/2019

11 Jul, 2019 09:50:04 - Colunistas

“Não só queremos atrair novas empresas para Içara, como também fazer um trabalho de fortalecimento com aquelas que já estão instaladas na cidade. Queremos buscar o incremento de novas ideias e assim, com apoio do Sebrae, colocar em prática e fortalecer o nosso município”. Paulo Roberto Brígido, secretário de Desenvolvimento Econômico de Içara (SC), sobre a criação do projeto Cidade Empreendedora, em parceria com o Sebrae.

Com o objetivo de melhorar o Sistema de Estacionamento Rotativo


na área central de Içara (SC), devido às reclamações dos usuários, algumas alterações serão realizadas a partir dessa quarta-feira (10/7). 

Entre as mudanças é que os usuários do sistema terão 10 minutos de tolerância para iniciar a contagem para o pagamento. E será acrescido no prazo de cinco dias, para 10 dias úteis, para o pagamento da taxa de regularização do tempo excedido no valor de R$ 18, que evita a multa de trânsito de R$ 195,23.

As informações foram repassadas por representantes da Serbet Sistema de Estacionamento Veicular do Brasil, em reunião com o Presidente da Câmara Municipal Rodrigues Mendes, o Sapinho. “A empresa também vem trabalhando na capacitação dos funcionários para um melhor atendimento”, informou o diretor operacional da Serbet, Daniel Meira. “As alterações foram uma luta de todos os vereadores, pois este assunto foi muito debatido na Câmara. Ficamos satisfeitos com a atitude da empresa, que respondeu o nosso pedido e mostrou responsabilidade em melhorar o sistema de rotativo”, comentou Sapinho. 

É importante ressaltar que a Câmara de Dirigentes Lojistas enviou nota alegando que o sistema rotativo facilitou o acesso dos clientes ao comércio de Içara. E, para a maioria dos comerciantes, o serviço deve continuar. Ao todo, a Câmara de Dirigentes Lojistas apurou o posicionamento de empreendedores da região central da cidade abrangida pelo monitoramento das vagas. Os resultados foram apresentados, em ratificação a posição favorável a área azul da diretoria da CDL, na reunião de 17 de junho. 

Agora é torcer que as mudanças ajudem os içarenses a ter confiança no rotativo.

Dalvânia Cardoso (PP)


não tem economizado sola de sapato para se fazer presente em eventos e visitando lideranças. A pré-candidata a prefeita de Içara (SC) é uma mulher determinada e conta com a simpatia de uma grande parte dos içarenses. Está no caminho certo.

Ainda comentam

sobre os 14 votos favoráveis e apenas um contrário dos vereadores que aprovaram o parecer prévio do Tribunal de Contas do Estado referentes às contas do exercício de 2017.  Havia ressalvas. Com o resultado, o atual Governo Municipal segue só com o exercício de 2016 rejeitado.

Quem votou contra?

O PSD

(Partido Social Democrático) está sem diretório em Içara (SC), a vigência encerrou no dia 26 de maio e parece que vai ficar um bom tempo sem formar nova composição.

Frase

“Tenho grande respeito pelo ministro e pelo ex-juiz Sergio Moro. E acho que, se algum erro foi cometido, entendo que, mesmo assim, o benefício daquilo que foi feito pela Operação Lava Jato para salvar o Brasil da corrupção e de um extenso período que prejudicou milhões de brasileiros e assaltou os cofres públicos faz com que eu mantenha meu respeito por Sergio Moro”. (Governador de São Paulo, João Doria/PSDB).

Outras Notícias 

Criciúma (SC) - O programa Com Nota fiscal Vai Legal, que realiza blitz de mercadoria em trânsito sem no-ta fiscal de transporte, realizou uma operação no Bairro Primeira Linha, no Anel Viário, em Criciúma (SC). Dos 91 veículos abordados, 13 deles transportavam mercadorias sem notas.

Florianópolis (SC) - A Procuradoria Geral do Estado de Santa Catarina (PGE/SC) garantiu a exigibilidade de quase R$ 1 milhão do imposto ICMS aos cofres públicos catarinenses. Em ação que discutia se a empresa importadora deveria ou não pagar o imposto, a Justiça decidiu pela defesa feita pela PGE.

Brasília (DF) - A cúpula do PSDB ameaça expulsar o deputado federal Aécio Neves (MG) se ele não pedir afastamento. A pressão pelo desligamento se intensificou depois que ele virou réu pela segunda vez, acusado de receber propina de R$ 2 milhões do grupo J&F.

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


JInews