• Coluna de Maso Nyetto - 09 de outubro/2018

Coluna de Maso Nyetto - 09 de outubro/2018

09 Out, 2018 09:18:54 - Colunistas

 “O caminho natural para nós é votar no comandante Moisés, que representa de fato a mudança que o eleitor quer”. Governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira (MDB), em entrevista à Rádio Difusora, sobre o apoio do MDB no segundo turno em Santa Catarina.

O prefeito de Içara (SC), Murialdo Canto Gastaldon (MDB),

afirmou na última sexta-feira (5/10, na Rádio Difusora, que votaria em Fernando Haddad (PT). “Sou professor, acredito no poder da educação, no poder do livro,. Meu voto é Fernando Haddad (PT/SP). No primeiro turno abro o voto, no segundo, faço campanha”.  Foi crucialmente criticado nas redes sociais.  E no dia da eleição, no último domingo (7),  o ex-petista queria passar nas seções da Escola  Quintino Folharini Dajori, no Bairro Presidente Vargas e não teve êxito. Ele foi convidado a se retirar do local, com escolta policial, sob vaias de eleitores, que gravaram um vídeo. O desgaste político do prefeito é grande em Içara (SC).

A outra dor de cabeça será explicar para Ada Faraco de Luca (MDB), reeleita deputada federal, porque conseguiu apenas 2.726 votos (34.501), ao invés dos 5 mil prometidos. Será que nesta semana vai ter demissões no Paço Municipal? Nas eleições de 2014 Ada recebeu 47.813 votos, sendo 3.770 em Içara (SC). Na época ela achou a votação baixa e cobrou do coordenador Gentil da Luz, que neste ano trabalhou para reeleger Luiz Fernando Cardoso, o Vampiro. O Monge da Luz deve estar a toa.

Em falar em votos, cadê os votos do MDB? O Mauro Mariani foi traído na cidade.  Vai ser uma caça as bruxas, com certeza, o comando estadual do MDB vai cobrar.

Em 23 de setembro de 2010 fiz o seguinte comentário: “Gentil da Luz, segundo pessoas do PMDB terá que fazer mais de 4 mil votos para a deputada estadual Ada Faraco, candidata a reeleição. Olha é voto pra caramba, e o time de Gentil terá que trabalhar bastante para o feito.” Na época conseguiu 3.770.

Adilor Dóia Guglielmi (PSDB)
mais uma vez morreu afogado na praia. Se em 2014 ele recebeu 41.052, sendo  4.489 em Içara (SC), ficando com a primeira suplência, nestas eleições a votação baixou, e bastante, para 29.560  votos, ficando quarto suplente. Na cidade natal foram apenas 2.460 sufrágios.

Terá que rever conceitos.

Lauro Nogueira (PT)
participou da primeira eleição e obteve 5.071 votos, sendo 1.360 em Içara (SC) e 301 em Balneário Rincão (SC).

Já Gilmar Axé (PSOL) recebeu um total de 602 votos, sendo 296 em Içara e 15 em Rincão. A votação de Max Amaral (PSOL) totalizou 588 votos. Enquanto Boca da Içarense (PRB) recebeu 482.

Os vereador Eduardo Duca Zata (PP) e Pedro Mazzuchetti (MDB)

passaram por duas situações inusitadas durante as eleições de 7 de outubro.

Zata teve o veículo Jetta guinchado no Bairro Liri. O carro foi abordado após denúncias de boca de urna realizadas à Polícia Militar. A averiguação não se confirmou, mas foi observado que o licenciamento estava atrasado. Por isso houve a apreensão em frente da Escola Dimer Pizzetti. Segundo o vereador, o Jetta foi adquirido recentemente e estava em processo de transferência. “Eu não estava com o carro na hora da abordagem. Eu estava no Centro e me desloquei após a ocorrência. Na segunda-feira faremos a regularização “, conclui.

No carro de  Mazzuchetti, acusado de fazer boca de urna em Vila Nova, a Polícia Militar recolheu material de campanha e deteve o vereador até às 17h, horário que se encerrou as eleições. Mazzuchetti não atendeu as ligações do Jornal Içarense.


Outras NOTÍCIAS

Morro da Fumaça (SC) - Um homem entrou com uma marreta dentro da sacola e quebrou uma urna eletrônica, em Morro da Fu-maça (SC), no domingo (7). O conteúdo do não foi perdido e a urna foi substituída. O vândalo, que sofre de problemas psicológicos, foi levado para a delegacia.

São Paulo (SP) - O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) usou a rede social para alegar que não vai apoiar nem Fernando Haddad (PT) e nem Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno da eleição presidencial. Publicações na internet haviam afirmado que o líder tucano apoiaria o PT.

Belo Horizonte (MG) - A ex-presidente Dilma Rou-seff (PT) não conseguiu se eleger para uma vaga no Senado em Minas Gerais.  Após ter liderado todas as pesquisas, a petista ficou apenas em quarto lugar, com 15,06% dos votos.  Ela somou mais 2,7 milhões de votos no domingo (7/10).

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


JInews