• Coluna de Maso Nyetto - 05 de outubro/2018

Coluna de Maso Nyetto - 05 de outubro/2018

05 Out, 2018 09:17:06 - Colunistas

“É uma gestão que se sustenta nas lajotas do Governo Federal e ainda com a contrapartida financiada. Ele não tem um único projeto com recurso próprio”. Dalvânia Cardoso (PP), sobre a Administração de Murialdo Canto Gastaldon (MDB) e Sandro Giassi Serafin (MDB),  quando disputou as eleições municipais de 2016 na chapa majoritária contra a dupla do Movimento Democrático Brasileiro.

No próximo domingo (7/10) os eleitores içarenses vão às urnas

para votar em seis candidatos, porém, não é todo mundo que quer exercer o voto, pois existe a opção de se manifestar em branco ou nulo. O fato é que o descontentamento da população com a política atual tem aumentado o número de votos brancos e nulos. Então, para ficar mais claro a diferença de um para outro: o cidadão vota nulo quando digita um número que não pertence a nenhum candidato e depois aperta o botão "confirma". Já o voto em branco é registrado quando o eleitor pressiona o botão "branco" e em seguida a tecla verde para confirmar. É importante também que o eleitor saiba que, ao contrário do que têm sido dito nas redes sociais, votos brancos não são direcionados para o candidato que está à frente na votação. Esse mito surgiu com o antigo Código Eleitoral de 1965, que determinava que os brancos contassem para o quociente eleitoral, mas a regra caiu com o código aprovado em 1997.

Os eleitores votarão primeiro para deputado federal, seguido de deputado estadual ou distrital, senador 1, senador 2, governador e, por último, presidente da República.

Até esta quinta-feira (4), os candidatos vão poder usar o horário de propaganda gratuita para conquistar os votos do eleitorado, que soma mais de 147 milhões de brasileiros.

Irregularidades detectadas nos dias antecedentes podem ser denunciadas pela Sala de Atendimento ao Cidadão do Ministério Público Eleitoral ou pelo aplicativo Pardal. No dia da eleição, as denúncias devem ser comunicadas à Polícia Militar.

Desde a antevéspera da eleição, sexta-feira (05/10), é proibida a propaganda política por meio de comícios ou reuniões públicas e utilização de aparelhagem de som fixa, com exceção do comício de encerramento da campanha, que pode ser prorrogado até as 2h. Também não é mais permitida a veiculação de qualquer propaganda política em rádio ou TV, assim como a realização de debates, admitido o debate que inicie no dia 4 de outubro e se estenda até as 7h.

O candidato está impedido de dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a oferta não seja aceita.

Desde 2015 (1)
a comunidade e o Conselho Municipal de Cultura vem solicitando a Fundação Cultural de Içara e a Administração providências quanto a manutenção do Museu Sacro Santo Antônio de Linha Anta. No dia 13 de abril de 2016 a professora Silézia Pizzetti Augustinho apresentou, por escrito, na qualidade de conselheira, um ofício com o pedido de salvamento do mesmo, logo após ela se deparou com o estado absurdo que se encontrava a igreja: portas e janelas remendadas com sarrafos e prego e muita sujeita deixada pelos usuários de drogas. 

A comunidade de Linha Anta (2)
reclama da insegurança e do desrespeito com a igreja, marco da colonização de Içara (SC)  e que deveria ser mais zelada pelo Poder Público, no caso da atual Administração, até então omissa, o que é lamentável.

Frase
“O demônio sempre se infiltra entre os políticos. Então, eles começam a brigar entre si. O poder se transforma em uma questão de orgulho. Não tem mais nada a ver com vivermos juntos e acabarmos com a guerra”. Cantor Bob Marley (6/2/1945 - 11/5/1981).

Outras NOTÍCIAS

Florianópolis (SC) - A Justiça Eleitoral disponibiliza programas para acompanhar a apuração das Eleições, que ocorrerão em primeiro turno no próximo domingo (7/10) e, em segundo turno, no dia 28 de outubro. Os resultados poderão ser acessados pelo site do TSE, através do sistema DivulgaWeb.

São Paulo (SP) - O Datafolha divulgou nesta quinta-feira (4), uma nova pesquisa com as intenções de voto na disputa pela Presidência da República. Jair Bolsonaro (PSL) passou de 32% para 35% da preferência, seguido de Fernando Haddad (PT), com 22%. Ciro Gomes (PDT) 11%, Geraldo Alckmin (PSDB) 8%, Marina Silva (Rede) 4%, João Amoêdo (Novo) 3/5, Álvaro Dias (Podemos) 2%, Henrique Meirelles (MDB) 2/5 e Cabo Caciolo (Patriota) 1%. Os demais candidatos não pontuaram. O nível de confiança da pesquisa é de 95%, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos. Menos Bolsonaro, os demais participaram do debate da TV Globo, nesta quinta (4).

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


JInews