• Coluna de Maso Nyetto - 04 de outubro/2017

Coluna de Maso Nyetto - 04 de outubro/2017

04 Out, 2017 09:16:47 - Colunistas

 “Para quem dirige escolas em Santa Catarina o próximo ano vai ser de caos. Estamos mobilizados no Estado inteiro contra esses ataques aos nossos direitos que o governo Colombo está promovendo". Cíntia dos Santos, conselheira estadual do Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), sobre sobre a  reunião que vai discutir o reordenamento proposto pela Secretaria Estadual de Educação.

A Comissão de Serviços Públicos Câmara Legislativa de Içara (SC)

Esteve realizando vistorias no Bairro Jardim Elizabete. Os vereadores deram uma passada no Centro de Atenção a Saúde da Mulher Içarense (Casmi), Centro de Especialidade Médica, na Unidade de Saúde da Família, no Centro Educacional Infantil (CEI) Paraiso da Mamãe e nas novas instalações da unidade de saúde. 


Para o vereador Itamar da Silva (PP) a oportunidade serviu para conferir as obras em andamento, os atendimento e consultas médicas, e as demandas existentes no bairro. “A nova unidade de saúde tem 302 m² e conforme informações da construtora responsável deve ser entregue nesta sexta-feira. Contribuindo em melhorias no atendimento a população”; comentou Silva.  Em relação aos serviços na área de saúde, o vereador entende que os profissionais estão realizando um bom trabalho. “O que gera preocupação é a informação do tempo de espera para consultas com o neurologista e urologista, tendo prazo entre oito meses a um ano”; informou Silva. Segundo o parlamentar uma indicação deverá ser apresentada em Plenário solicitando ao Poder Executivo a contratação dos médicos especialistas. 

O vereador progressista lamentou sobre a situação do muro do CEI Paraiso da Mamãe. “Já faz 10 meses que esse muro está quebrado, apresentei indicações solicitando a reforma, haja visto a preocupação da comunidade”.

Silva, lembro que as bocas-lobos da Rua Anita Garibaldi, no Bairro Cristo Rei, continuam sem as tampas.

A recente pesquisa (1)

Do Datafolha, divulgada no domingo (1º/10), aponta que pouco mais da metade dos brasileiros querem que o ex-presidente Lula (PT) seja preso. O estudo também revela que a maioria dos entrevistados defendem a denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). 

Segundo a reportagem da coluna Poder, da Folha de S. Paulo, 54% dos entrevistados acreditam que os fatos revelados pela operação Lava Jato são argumentos suficientes a prisão do líder do Partido dos Trabalhadores.


Contra a detenção de Lula (2)

Estão 40% das pessoas que responderam a pesquisa. O restantes dos entrevistados preferiu não opinar.A diferença é maior quando se trata de Temer, 89% dos entrevistados defendem que a Câmara autorize a abertura de processo contra o presidente da República. Ainda de acordo com a reportagem, 7% são contrários à aprovação da denúncia e os outros 4% preferiram não opinar.
A pesquisa ouviu 2.772 entrevistados nos dias 27 e 28 de setembro, em 194 cidades. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O almoxarifado

Da Secretaria de Saúde mudou de endereço. Saiu do Bairro Liri e está instalado em dois pavilhões de propriedade do ex-prefeito José Dal-Toé, na Avenida Procópio Lima.


Esse local iria abrigar a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Urbano, mas o Corpo de Bombeiros não liberou o alvará de funcionamento. 

OUTRAS NOTÍCIAS 

Criciúma (SC) - O empresário da área da saúde, Fábio Brezola, está fora do Partido dos Trabalhadores desde a última semana, quando protocolou a desfiliação. Brezola foi presidente do PT em Criciúma (SC) e, pela sigla, foi candidato a prefeito em dois pleitos e em um, a vice. Agora ele  se filiou ao PSB, com aval do empresário Henrique Salvaro.
Brusque (SC) -"Paulo Eccel venceu a guerra. A decisão corrige  uma grande injustiça, mas não apagará as graves consequências", afirmou o deputado Dirceu Dresch, líder da Banca do PT na Assembleia Legislativa, ao destacar a  decisão do ministro do  Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, de anular o processo que resultou na cassação do prefeito de Brusque (SC).
Brasília (DF)  - O Palácio do Planalto promoveu mais uma troca na  Comissão de Constituição e Justiça para salvar o presidente Michel Temer e os ministros da denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República. O Partido da República (PR) tirou da vaga de titular o deputado Jorginho Mello (SC) e colocou o suplente Delegado Edson Moreira (MG).

Frase
“Apoio a decisão do PT. A linha está correta. O Senado tem que se pronunciar. Não vai trazer desgaste nenhum. A posição do PT é uma posição constitucional, republicana. Acho que está correta, independente dos personagens”. (Fernando Pimentel/PT, governador de Minas Gerais , sobre a bancada do PT apoiar o senador Aécio Neve/PSDB).

MASO NYETTO
Postado por MASO NYETTO


JInews