Coluna de Elza de Mello - 25 de julho/2018

25 Jul, 2018 09:48:17 - Colunistas

IÇARA NOSSA TERRA NOSSA GENTE

Segundo o Locutor Antonio Cezar (maior colecionador  em Datas Comemorativas e seus porquês, cada data há um porquê de sua comemoração) . E o mês de julho é uma data muito rica para Içara e sua memória sociocultural. E assim não poderia deixar de notificar o dia 25 de julho e suas comemorações no calendário içarense.

Dia Nacional do Escritor, um dia especial para quem registra as memórias histórico sociais é comemorado nos dias atuais, inclusive tivemos uma Monção honrosa do Legislativo Içarense,  A proposição aprovada por unanimidade, na sessão ordinária de segunda-feira, dia 24 de Julho, foi  proposto  pelo Vereador Lauro Nogueira. Um gesto muito nobre, Vereador! Em Nome de todos os escritores içarenses, agradeço a Monção a mim dirigida e por todos os Acadêmicos compartilhada. Obrigado em nome de AILA – Academia Içarense de Letras e Artes.Mas para maiores informações sobre o dia nacional do escritor, é preciso relembrar quem fez acontecer essa data e sua razão de ser:

A comemoração do Brasil, foi instituída por decreto governamental de 1960, em tributo ao sucesso do "1º Festival do Escritor Brasileiro", que foi organizado em 1960 pela União Brasileira de Escritores, a partir da iniciativa dos escritores brasileiros e então diretores da UBC, João Peregrino Júnior e Jorge Amado. E então ficou escrita no calendário de comemorações brasileiro para que essas pessoas, muitas vezes anônimas em seu meio, sejam valorizadas em seu fazer literário.

Escritores dão uma parcela muito grande na contribuição cultural de um povo, é sem dúvida  um olheiro de seu tempo, que no silencio de sua seara deixa as marcas registradas de um povo, seus feitos, valores e sua cultura. Parabéns aos escritores de todas as procedências e em especial aos escritores içarenses, que fazem de seus registros uma recolha valiosa às novas gerações.

E porque falamos em escritores, vale lembrar que hoje, dia 25 de julho nossa Biblioteca municipal também comemora idade nova. Fundada em 25 de julho de 1973, tendo a sua frente a bibliotecária Ladir Lodetti, a Biblioteca Municipal “Cruz e Sousa” é o maior Patrimônio Histórico Cultural de Içara. Um sonho de longos anos e que o prefeito José Antônio Dal Toé  realizou,  para nossa grande alegria. Funcionou, de inicio, em uma das salas do prédio do Clube Ipiranga e tinha uma busca muito grande de leitores além dos escolares. E a referida Biblioteca foi base para todos os meus estudos, inclusive minha dissertação de mestrado, tão rico era o seu acervo.

 E lá se vão 35 anos de acesso ao saber, impresso em páginas valiosas de nossas estantes. Por ela também passaram  outros funcionários que tão bem zelaram por nosso Patrimônio e em nome de quem prestou  valiosas colaboração com estudantes e educadores, parabenizo a atual bibliotecária, a Sra Marilda de Lagos Inácio. Estes Parabéns são extensivos aos que muito zelaram, sonharam e contribuíram por esse bem social tão especial à cultura de um povo. Povo educado é povo instruído, com certeza.   

ELZA DE MELLO
Postado por ELZA DE MELLO


Cooperaliança