Audiência Pública sobre o combate ao maruim

24 Nov, 2017 10:08:25 - Política

Jaraguá do Sul (SC)

A audiência pública sobre o combate ao maruim será nesta segunda-feira (27), às 19h, na sede da AMVALI, em Jaraguá do Sul.

O encontro tem como objetivo reunir lideranças e moradores dos municípios da região de Joinville e Jaraguá do Sul que são os mais afetados pela proliferação do inseto, prefeitos, vices e secretários interessados em discutir o andamento das pesquisas que estão sendo realizadas para encontrar um produto que possa ser usado no combate ao maruim.

Segue algumas informações que podem ajudar o seu veículo caso queira produzir uma reportagem ou acompanhar a audiência.

1)    São mais de 1.400 espécies catalogadas no mundo

2)    Em mais de 50 municípios de SC há o registro do inseto também conhecido como mosquito do mangue ou mosquito pólvora. As cidades da região Norte e Nordeste são as principais afetadas

3)    Em área de plantação de banana a proliferação é ainda maior, pois alguns inseticidas usados acabam matando fungos que são predadores naturais do mosquito. Além disso, ele usa o caule cortado da banana como uma área para reprodução por ser um local quente e úmido.

4)    O Maruim mede entre um e dois milímetros e por isso é praticamente imperceptível. Apenas a fêmea pica, pois o sangue serve para o desenvolvimento dos órgãos reprodutivos e amadurecimento dos ovos. Essa picada acontece a cada quatro horas, mais ou menos, e normalmente no início da manhã ou fim do dia.

5)    Cada fêmea põe em média 200 ovos entre 24h e 72h dependendo da temperatura e umidade do local que ela estiver. O período para que os ovos eclodam é de cerca de 50 dias. Estudos comprovaram que metade dos mosquitos nasce fêmea.

6)    O Maruim pode transmitir doenças como a línga azul que acomete ovinos, caprinos e bovinos, além da oroupoche uma doença com sintomas semelhantes ao da meningite, mas que não causa morte nem sequelas.

7)    As doenças mais comuns são as alergias de pele, porém em crianças e idosos essas alergias podem se agravar com maior facilidade e ser necessário o uso de antibióticos para o tratamento.

8)    Um dos principais pesquisadores do assunto, professor Luiz Américo de Souza vai palestrar e explicará sobre a pesquisa que desenvolve em parceria com a Amvali e Univille que usa a clorofila pura no combate ao Maruim.

Serviço
O que: Audiência pública de combate ao maruim
Quando: segunda-feira (27), às 19h
Onde: AMVALI – Rua Arthur Gumz, 88 – Vila Nova – Jaraguá do Sul
Quanto: Gratuito

TEXTO/ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

Cooperaliança