• Artigo: Agro é Pop

Artigo: Agro é Pop

08 Ago, 2018 16:47:32 - Artigo

Florianópolis (SC)

As campanhas da mídia nacional tem familiarizado a população brasileira ao segmento do agronegócio.  De fato, para um país de proporções continentais, com culturas regionalizadas e climas diferenciados, a diversidade e potência da agroindústria é um fator de importância extrema para o desenvolvimento do país. E inobstante à crise financeira que castiga, o setor do agronegócio se firma como o sustentáculo econômico do Brasil. De acordo com índices de 2017, o agrobusiness é responsável por 21% do PIB nacional e metade das exportações.  A produção de carnes e grãos colocou o país entre os primeiros colocados no ranking de exportadores globais.

Entretanto, nem tudo são flores para os produtores rurais. Desde a preocupação com o clima para o plantio à logística para o transporte da produção, os desafios inerentes ao setor devem ser enfrentados, de maneira a facilitar a gestão e aumentar ainda mais os bons índices de desempenho dos produtores. As alterações climáticas, a falta de preservação ambiental e a escassez dos recursos naturais, principalmente da água, são responsáveis por um significativo impacto na produção. No Brasil, estudos demonstram que as secas cresceram 400%, o que repercutiu no resultado das colheitas.

A estocagem e o transporte igualmente apresentam dificuldades. Com o aumento da produção, em alguns casos com colheitas recordes de soja e milho, a estrutura de armazenagem ficou defasada. As rodovias nacionais, responsáveis por mais da metade do escoamento da produção agrícola, significam transporte mais demorado e caro, haja vista as grandes distâncias e o preço dos fretes, sem contar os efeitos da greve dos caminhoneiros no primeiro semestre de 2018. E a falta de investimentos para melhoria na qualidade das estradas e rodovias representa uma dificuldade a mais na logística de entrega da produção.

Outro desafio que vem sendo enfrentado é a carência de mão de obra qualificada no campo. Isto porque as lavouras estão cada vez mais se utilizando da tecnologia para aumentar a produção, com uso de máquinas de ponta e coleta de dados. E não há trabalhadores capacitados em número suficiente a acompanhar o aumento da demanda.

Além destes fatores, a elevada carga tributária e a falta de uma política correta que garanta crédito e acesso ao seguro rural são realidades marcantes junto aos produtores rurais. Sim, o agro até pode ser pop. Mas dentro das porteiras não há muito o que se falar em glamour.

TEXTO/ DRA. ANA CRISTINA GRASSO - ADVOGADA 

REDAÇÃO JINEWS
Postado por REDAÇÃO JINEWS

Tudo o que acontece em Içara, Balneário Rincão e na região você encontra primeiro aqui!

JInews